r

Bárbara Ohana e Silva entre os próximos cinco dos dez nomes da música brasileira que você precisa conhecer! (Parte 2)


No dia 10 de Junho, o Qual a Grande Ideia apresentou aos leitores a primeira parte dos Dez Nomes da Música Brasileira Que Você Precisa Conhecer. E hoje, para finalizar o mês de junho, trazemos aos nossos leitores a segunda e última parte da lista. Prontos para desbravarem os próximos cinco nomes da música brasileira que podem se tornar figuras definitivas em suas playlists? Bom, vamos nessa! 

06 - Bárbara Ohana



Começamos a segunda parte com Bárbara Ohana, cantora e compositora carioca que em 2015 lançou seu EP de estréia, intitulado "Dreamers". Bárbara tem um som experimental voltado para o rock com influências eletrônicas e integrou a trilha sonora de Verdades Secretas no ano passado com o single "Golden Hours". Em seus primeiros passos musicais, Barbara passou do Coral de Meninas Cantoras dos Canarinhos de Petrópolis para backing vocal de Gilberto Gil, a carreira solo no entanto se deu com Dreamers e culminou recentemente no recém-lançado videoclipe de "Your Armies" com a super comentada participação de Cauã Reymond em um dos papéis mais icônicos de sua carreira. É óbvio que Dreamers é material obrigatório para aqueles que querem conhecer e desbravar Barbara, porém, nossa sugestão é sem dúvidas o maravilhoso trabalho dirigido por Allexia Galvão e Daniel Rezende.


07 - Jaloo



Uma das figuras mais peculiares da lista com certeza é Jaime Melo, ou simplesmente Jaloo. O cantor, compositor e DJ nascido em Castanhal, no interior do Pará, chegou em 2013 com o single "Prostituto" e desde então vem chamando atenção por sua excentricidade artística além de suas versões e remixes para singles de cantoras como M.I.A., Beyoncé, Grimes, Amy Winehouse, Robyn, entre outras. Seu EP de estréia, "Insight" trazia um cover de Oblivion da Grimes, o trabalho chegou aos ouvidos da cantora e rendeu elogios a Jaloo por parte da mesma. Em 2015, Jaloo alcança o mérito de lançar seu álbum de estreia. Intitulado simplesmente de "#1" o álbum explora a essência que inspira o trabalho do cantor através de seus elementos eletrônicos que flertam com o tecno-brega, folk, indie sem deixar a influência brasileira de lado.


08 - Alice Caymmi 



Para aqueles que buscam por vozes marcantes e melodias capazes de nos tirar o ar por alguns segundos, Alice pode ser considerado um achado. Em seu catálogo dois álbuns: respectivamente Alice Caymmi de 2012 e Rainha dos Raios de 2014. Surpreendentemente um álbum composto por regravações e somente duas canções originais, Caymmi conquistou com Rainha dos Raios não só o melhor trabalho de sua carreira como provou da sua incrível capacidade de trazer para uma música sua marca, casos evidentes nos covers de Princesa, originalmente cantada por MC Marcinho e Meu Mundo Caiu, originalmente interpretada pela ilustre Maysa. Rainha dos Raios rendeu a cantora sua primeira turnê nacional, e recentemente o single "Homem" cujo vídeo você confere abaixo:


09 - Silva





Você com certeza deve ter ouvido falar de Silva recentemente quando o cantor tratou sobre poliamor no irresistível videoclipe de Feliz e Ponto. É preciso saber, no entanto, que o cantor é dono de um acervo musical tão irresistível quanto o vídeo que dominou a internet. Em sua discografia: quatro discos. O primeiro álbum, "2012", trazia os incríveis singles Imergir e Cansei, no entanto, foi com o lançamento do segundo álbum no mesmo ano que Silva conquistou notoriedade. Claridão, lançado em outubro de 2012, teve como carro-chefe "Falando Sério". Os dois álbuns seguintes foram Vista Pro Mar, e Júpiter. E é do terceiro álbum que tiramos a nossa recomendação para aqueles que estão dispostos a conhecer o trabalho de Lúcio Silva de Souza: "É Preciso Dizer" prova que Silva traz em sua videografia trabalhos tão incríveis quanto o recém lançado Feliz e Ponto.



10 - Johnny Hooker 


Vencedor do Prêmio da Música Brasileira como Melhor Cantor na categoria Canção Popular, Johnny Hooker traz em seu primeiro disco solo uma versão abrasileirada investida no brega-rock do que Adele fez com seu aclamadíssimo e recordista de vendas "21". Em "Eu Vou Fazer Uma Macumba Pra Te Amarrar, Maldito!", Johnny é nada menos que a representação de todos os sentimentos que circundam os corações partidos daqueles que sofreram profundas desilusões amorosas. 

E nem precisa ser tão profunda assim pra se sentir envolvido pelas letras e melodias de Hooker em seu primeiro álbum. Dono de uma voz inconfundível e declaradamente influenciado por David Bowie, Madonna e Caetano Veloso, Johnny foi uma melhores e mais agradáveis surpresas do cenário musical brasileiro dos últimos anos e é com ele que encerramos nossa lista. 

O cantor se prepara o lançamento de seu segundo álbum de estúdio, e em recente declaração deu a entender que o novo trabalho terá influências da década de 70's e um visual bastante colorido ̶é̶ ̶a̶q̶u̶i̶ ̶o̶ ̶P̶r̶i̶s̶m̶?̶, até lá ficamos na espera de um novo trabalho tão bom quanto o já aclamado Eu Vou Fazer Uma Macumba Pra Te Amarrar, Maldito. Para conhecer Johnny, recomendamos Amor Marginal:

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

A série de terror "Dead Of Summer" já está entre nós, vem saber mais sobre!


Demorou mas a espera finalmente acabou meu povo! A tão aguardada nova série de terror sobrenatural adolescente estreou! Dead of Summer, é uma série de terror criada por Adam Horowitz, Eddy Kitsis e Ian Goldberg, trio responsável por Once Upon a Time.

Ambientada no final dos anos 80, a primeira temporada que estreou na última terça-feira (28 de junho) vai girar em torno de um acampamento de verão, onde uma antiga lenda regional desperta e transforma as férias dos jovens residentes em uma experiência assustadora. 

Cada temporada abordará temas diferentes, no melhor estilo American Horror Story. 


Elizabeth Mitchell (Revolution, Lost), Elizabeth Lail (Once Upon a Time), Mark Indelicato (Ugly Betty) e Paulina Singer (Gotham, South of Hell) estão entre os confirmados no elenco.



A nova empreitada televisiva será transmitida pelo canal americano Freeform toda terça feira! E ai já assistiu, gostou? Conta pra gente!
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

Karol Conka definitivamente revela de quem "É O Poder" no seu novo clipe!


Karol Conka finalmente libera o clipe de "É O Poder", seu último e atual single, e está mais poderosa do que nunca. O videoclipe foi produzido pelo Tropkillaz, que foi a mesma parceria do seu sucesso, “Tombei”.

A clipe foi todo gravado em estúdio, produzido pela Movie&Art e conta com inspiração de figurinos de divas pop como Beyoncé, Rihanna, Sia, Lady Gaga e orixás, espíritos de luz do camdomblé e Umbanda. Uma coisa bem plural, bem Conká!


O novo álbum da curitibana está em processo de gravação e deve ser lançado em breve. Estamos ansiosos?
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

Rihanna aparece poderosa num planeta alienígena no clipe de "Sledgehammer"!



Foi lançado hoje (30) o clipe da música "Sledgehammer", que é uma composição de Rihanna, Sia e Jesse Shatkin para a trilha sonora do filme “Star Trek: Sem Fronteiras”. Nossa Riri liberou o clipe no seu canal da YouTube/VEVO e está digno de Oscar.

O clipe tem direção de Floria Sigismondi, que já fez vídeos para o eterno David Bowie e para o nosso muso, Justin Timberlake. Vale lembrar que este é o primeiro videoclipe filmado em qualidade IMAX.

Vamos conferir:

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

Fica que vai ter série boa pra conhecer: novas produções que você precisa colocar na sua watchlist!


Ta procurando novos baphos pra acompanhar? Então me dá a mãozinha e vem comigo! Tem de um tudo: drama, suspense, terror sobrenatural e comédia beirando ao pastelão. Algumas são novíssimas e outras nem tanto mas vale a pena comentar.

O canal USA programou para o dia 21 de junho a estreia de Queen of the South, remake americano da novela colombiana La Reina Del Sur, a qual era uma adaptação da obra de Arturo Pérez-Reverte.

Estrelada pela brasileira Alice Braga, a história acompanha a vida da mexicana Tereza Mendoza, uma mulher que precisa fugir do país quando seu namorado Guero, um traficante, é assassinado. Agora morando nos EUA, ela coloca em prática um plano para acabar com o cartel de drogas que a persegue. Neste meio tempo, ela se torna sua nova líder.

No elenco também estão Justina Machado (Six Feet Under, Welcome to the Family), Hemky Madera (Weeds), James Martinez (Breaking Bad, Aquarius), Adriana Barraza, Joaquim de Almeida (24 Horas), Peter Gadiot (Once Upon a Time in Wonderland, Matador), Carlos Gomez (The Glades, Gang Related), Mark Consuelos (Alpha House, Kingdom), Verónica Falcón, Gerardo Taracena e Jon Ecker (Narcos). A primeira temporada contará com 13 episódios.



O mundo sem escrúpulos da família "Greenleaf" com segredos obscuros e mentiras, e sua imensa igreja em Memphis. Primeiro episódio já tá rolando na web.


Após ter passado a noite com uma mulher desconhecida, um homem acorda e a encontra esfaqueada até a morte e é acusado de tê-la assassinado. A investigação policial denuncia as complexas relações entre os casos analisados pela polícia de Nova York, procedimentos legais, sistema criminal e o “feroz purgatório” de Rikers Island, onde os acusados são mantidos enquanto esperam pelo julgamento. Primeira temporada.



Série romena de drama e humor negro que acompanha a vida de Relu (Serban Pavlu), que leva vida dupla como taxista e cobrador de dívidas e pau para toda obra da máfia romena.

Depois de matar acidentalmente um homem, ele passa a sofrer uma crise de consciência, que o leva a tomar a decisão de deixar a vida do crime. Mas nem tudo sai conforme o planejado. Primeira temporada encomendada.



Essa acho que todo mundo já está sabendo mas não custa nada ressaltar! Outcast é uma nova série baseada na HQ homônima de Robert Kirkman. A trama de Outcast acompanha Kyle Barnes, um homem que é atormentado por uma possessão desde a infância. Agora adulto, ele embarca em uma jornada espiritual para encontrar respostas – mas o que ele descobre pode significar o fim da vida na Terra como a conhecemos. Primeira temporada em andamento.



Tommy e Dion são dois amigos à beira da falência emocional e financeira. Juntos, eles lutarão contra essa barra pesada alimentando um sonho: montar um restaurante de alta classe no lugar de onde vieram, o Bronx. Para crescer e vencer, eles terão de mostrar sua pior faceta, traindo e manipulando no trato com gente da pior espécie, de funcionários corruptos e pequenos criminosos a mafiosos violentos. Já está no 1x4 episódio!



Animal Kingdom é um drama de família centrado em Joshua “J” Cole, um garoto de 17 anos que se muda com seus parentes para um praia do sul da Califórnia após a morte da mãe, vítima de uma overdose de heroína. Logo, Josh mergulha na vida de indulgência e excessos da família, que ele logo descobre, é fundada em atividades criminosas.

Controlado pela durona avó do garoto, a matriarca Janine “Smurf” Cody, e pelo braço direto Baz, que gerencia os negócios e toma as decisões, o clã conta traz Pope, o mais velho e mais perigoso; Craig, o destemido filho do meio; e Deran, o problemático e desconfiado caçula. O grupo ainda traz Nicky, a namorada de J, e Catherine, a esposa de Baz e mãe da filha de 3 anos do casal, Lena. Primeira temporada.



Uma distinta família de Boston tenta se manter íntegra depois que se descobre que o recentemente falecido patriarca da família estava ligado a uma série de assassinatos ao longo das últimas décadas. Para piorar, há uma suspeita crescente de que um cúmplice nos crimes é da família. Primeiro episódio já está disponível. 



Baseada no filme de 1989 — traduzido para português como Quem Vê Cara Não Vê Coração — a nova comédia é centrada no tio Buck (Mike Epps, de Se Beber, Não Case!), um homem divertido mas irresponsável, que precisa arrumar um emprego e um lugar para dormir. Por uma feliz coincidência, a babá de seus sobrinhos acabou de deixar o emprego, e seu irmão e cunhada precisam de sua ajuda com as crianças.

No elenco estão também Nia Long (Vovó… Zona), James Lesure (Las Vegas), Iman Benson, Sayeed Shahidi (Ameaça Terrorista) e Aalyrah Caldwell (Cardinal X). Primeira temporada. 
  


Um avião cai em uma ilha remota no meio do oceano. Dois melhores amigos, junto a um grupo extremamente diversificado de sobreviventes, devem se ajustar à vida em meio a este mundo perigoso e algumas ameaças provocadas por eles mesmos.

É tipo um Lost da nova geração!



A série é estrelada por Jason Jones (The Daily Show) e Natalie Zea (Justified) como pais de duas crianças em uma viagem na estrada. Cada etapa da viagem é cheia de desastres, e a família encontra problemas a cada curva. Parece ser divertidíssima né! Primeira temporada em andamento.



Criada e estrelada por Billy Ray Cyrus (sim o pai da Miley), a sitcom acompanha a vida de Vernon Brown, um ex-cantor country que, após vinte anos no ostracismo, reaparece em Laughlin, Nevada, como o segundo melhor imitador de Elvis Presley.

Mas sua vida sofre uma nova reviravolta quando ele é preso por embriaguez e arruaça, sendo sentenciado a prestar serviços comunitários em uma igreja. Sem perspectivas, ele acaba assumindo a identidade do novo pastor da congregação, onde descobre ser pai de Charlotte (Madison Iseman) uma menina de quinze anos de idade.

Charlotte é filha de Debbi Lynn Cook (Joey Lauren Adams, de United States of Tara, Switched at Birth), com quem Vernon passou uma noite. Atualmente, Debbi vive com o namorado desempregado Ronnie (John Sewell).

No elenco também estão Travis Nicholson, Isiah Whitlock Jr. (Rubicon, Lucky 7), Sunny Mabrey (The Client List), Jeremy Childs (Nashville), John Newberg, Chelsea Talmadge e Big Mike Griffin. Primeira temporada em andamento.



Guilt é um thriller que gira em torno de uma americana em Londres, que se torna a principal suspeita no assassinato selvagem de sua companheira de apartamento. Enquanto investigação se desenrola, os espectadores vão questionar se ela é uma menina jovem e ingênua, cujas decisões ruins de vida estão sendo ampliadas sob o olhar implacável dos tabloides britânicos, ou se ela é uma sociopata que assassinou brutalmente sua amiga. 



O jovem Gareth chega a Washington para trabalhar para um proeminente senador apenas para descobrir que o governo federal parou de funcionar em decorrência da chegada de alienígenas que se alimentaram do cérebro de boa parte dos políticos. A belíssima e talentosa Mary Elizabeth Winstead (de The Returned e Rua Cloverfield 10) está no elenco! Dois episódios da primeira temporada já disponíveis na web.

Uffa.. Enfim acabou! E ai, se interessou ou já está acompanhando alguma? Será que essas novas apostas das emissoras vão colar? Oremos e veremos.
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

Ouça versão de estúdio do novo single da Demi Lovato, "Body Say"!


Durante toda semana a internet anunciava que amanhã (1/7) a Demi Lovato iria lançar seu novo single de trabalho. Mas ontem mesmo ela já performou "Body Say" ao vivo na abertura da sua turnê conjunta com o Nick Jonas, a "Future Now".

Recentemente a capa do single foi divulgada em diversos canais de comunicação e a novidade do momento é a versão em estúdio da canção. A assessoria da cantora não divulgou muita coisa sobre o novo single ainda, nem temos nenhuma informação concreta sobre previsões de um próximo álbum.

Por hora, vamos conferir "Body Say" que por sinal está maravilhosa:



E aqui tem o ao vivo:

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

28/06 é dia de celebrar a diversidade e não parar, vamos seguir "Cada Dia Mais Orgulhosos"!


Por mais que ainda enfrentemos taxas de violência contra a comunidade LGBT altíssimas, é lindo ver como o movimento tem ganhado força nas ruas, nas redes sociais e nos enchido de tanta coragem, força, vontade de mudar a sociedade, ainda tão intolerante.

Hoje, 28 de Junho, se celebra o Dia Internacional do Orgulho LGBT, mas não só hoje temos que "botar a cara no sol", ser viadinho pra caralho, se orgulhar de quem somos, do que nos tornamos.

Pelas pessoas que morreram em Orlando, por todos que tem uma luta diária contra o preconceito, por todos que ainda terão que lutar bastante durante toda a vida... Somos filhos, sobrinhos, professores, irmãos, amigos, nossos cantores e atores favoritos, ídolos, vizinhos, netos, padrinhos, tios, somos como quaisquer outros, estamos por toda parte e queremos RESPEITO.

Por mais difícil que seja a luta, estamos cansados de nos esconder e somos orgulhosos pelo que somos. Por todos nós, por esse orgulho, nós do Qual a Grande Ideia? criamos uma playlist recheada de hinos gays pra embalar esse dia e todos os outros da nossa vida quando muita coragem for necessária para enfrentar as adversidades que o preconceito traz!


Vamos nos jogar nessa playlist NADA HETERONORMATIVA que tem Lady Gaga, Diana Ross, Mika, Madonna, RuPaul, Kesha, Gossip e muito mais!


Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

QAGI? Review: O álbum mais maduro, equilibrado e de solos bem distribuídos do Fifth Harmony, "7/27"!



Não dá pra negar que o 7/27 é o álbum mais maduro das meninas, com solos bem distribuídos, e musicas para todas as ocasiões. Acredito que "equilíbrio" seja a palavra certa. Como eu acompanho elas desde a primeira audição, solo, de cada uma, quando o assunto é Fifth Hamony, eu uso logo aquela frase "AMO, e vou defender!". Aliás, uso essa frase quando se trata de algum artista que eu realmente acompanhei desde o inicio. No caso delas, eu não preciso nem resgatar no youtube pra lembrar da primeira audição de cada uma e qual ou quais vozes me marcaram.  Caso você não acompanhou elas no início, ainda no reality, aqui vai uma rápida retrospectiva. Caso você já saiba e/ou tenha ouvido os outros álbuns delas, pode pular pro 7/27 la embaixo.

Em 2012 as 5 cantoras, Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah, Lauren Jauregui e Normani, participaram da audição do programa The X Factor, como cantoras solo. Em meio as seleções, foram eliminadas e posteriormente, ganharam uma segunda chance, onde caíram na categoria "Grupo". Foram para a final do programa, mas ficaram em 3º lugar. O que não quer dizer muita coisa, né gente? Tendo em vista que o 1º lugar, Tate Stevens, ninguém sabe por onde anda. E o 2º lugar, Carly Rose Sonenclar, tá aí terminando os estudos, saindo com as amigas e estudando música aqui e ali (e só sei disso porque sigo ela no instagram, pq noticia dela não sai haha). Ela não investiu na carreira. Ainda. Porque acho que é só questão de tempo (e maioridade). Anyway. As meninas assinaram contrato com a Syco Music, que pertence ao Simon Cowell, e com a Epic Records, gravadora de L.A. Reid. E as duas gravadoras fazem parte da família Sony Music.

Com o fim do programa em janeiro de 2013, as meninas começaram a fazer cover's dos mais variados artistas e liberaram os mesmos em uma conta no youtube. Até participaram do EP da Banda Boyce Avenue, Cover Collaborations, Volume 2, onde cantaram covers de "Mirrors" do Justin Timberlake e "When I Was Your Man" do Bruno Mars. Então, no 2º semestre do mesmo ano, ela lançaram o single "Miss Movin' On", o 1º do EP Better Together. Esse EP, teve várias versões: Better Together, Better Together Acústico, Juntos (em espanhol), Juntos Acústico e Better Together versão remix. UFA!

O próximo single veio a ser o "Me & My Girls", que não fazia parte o EP. Que aliás, ao ouvir o EP e o novo single, a impressão era ouvir uma Girlband Teen. O que de certa forma era o certo, já que a faixa etária das meninas era 15 a 17 anos, né? Depois veio a pegajosa "BO$$", que seria o 1º single do primeiro Álbum: Reflection. Na sequência, o 2º single veio bem pegajoso e dançante, com "Sledgehammer" e o 3º single, a maravilhosa "Worth It". 

Com esses 3 singles, a gente já nota uma evolução do EP para o primeiro Álbum. As músicas são mais dançantes, bem produzidas e as letras fazem mais sentido. Sem falar nas danças, onde as meninas começam a se comportar como um Girlband, com danças coreografadas e tudo. Mas se você ouvir tanto o EP, quanto o Reflection, você vai notar algo: algumas cantam bem mais que outras. Ou algumas, tem quase 0 de solo. 



Não me leve a mal. Não querendo colocar a minha ou as minhas preferidas em destaque, mas acho que é super justo dar o mesmo peso para as 5, principalmente porque as 5 são cantoras solo. E cada uma, de fato, tem excelente voz. Diferente da maioria das Boyband's e Girlband's formadas ao longo dos anos/décadas. Nesse grupo, cada uma consegue sustentar lindamente uma música solo do começo ao fim e arrancar aplausos. Não dá pra negar. Apenas aceitar.

O Reflection teve boas colaborações, como Kid Ink, Tyga e Meghan Trainor. Sem falar de ótimos produtores assumindo as músicas do álbum. Um tempo após o lançamento, saíram algumas músicas que ficaram de fora. O famosos "caiu na rede". Boas, também! Eu gosto de "Young and Beautiful", por exemplo =) Tem outras, mas não lembro agora. Fato é que no Reflection já dava pra meio que saber a "pegada" das meninas. Mas vamos finalmente focar no novo álbum, o 7/27.

Eu dificilmente gosto de um novo álbum na primeira audição. Geralmente preciso ouvir 3x, e com atenção as letras e melodia, para poder dizer se gostei ou não. E foi assim com o 7/27. Eu tava tão ansiosa por esse álbum, que assim que saiu e eu ouvi... Meio que rolou uma decepção. Aí ouvi a segunda vez, e na terceira foi: MEU DEUS! Todas tem suas partes solos bem distribuídas em todas as músicas (apesar de ter lido por aí, que a Dinah quase não canta - os fãs dela estavam reclamando). A Dinah, aliás, está com a voz ainda mais bonita e madura. Mais diva que antes!

Eu achei as vozes muito bem distribuídas. Mas você só vai notar isso se você realmente conhecer a voz de cada uma. Se não, você vai se confundir legal. Porque eu tive a impressão que a maioria tá com a voz ainda mais bonita e madura. Em um programa de rádio, para divulgação do lançamento do álbum, as meninas foram questionadas sobre como é a escolha de quem cata qual parte da música, e Lauren respondeu que "a escolha sobre quem canta que parte fica com os produtores, pra evitar qualquer tipo de egocentrismo"

O álbum tem tantas músicas bem produzidas, que dá facilmente pra fazer a Swift e escolher todas as músicas como single's hahaha. Vem ver!


"That's My Girl" - pra cantar com as amigas, pulando... sabe? Fala sobre a força que a mulher pra superar, conseguir o que quer ou dar a volta por cima. 

"Work From Home" - aqui a coisa começa a ficar sexy. As meninas coreografam e tem uma das letras mais provocativas. Se liga: Vou fazer você sentir como se tivesse de féris / a cama será como um oceano / Não precisamos de ninguém, só preciso do seu corpo / Nada além dos lençóis entre nós, e nada de sair mais cedo

"The Life" a gente junta com "I Lied", e dá claramente pra pensar que tem vibes de DJ Zedd ou Calvin Harris, né? Bem... Eu achei. Prefiro "I Lied" por motivo: letra <3 Tanta verdade...

"Write On Me" é baladinha... É romântica e fala de amor, gente. De o quanto o amor traz vida a vida de alguém <3 E a voz das meninas tá uma lindeza!

"All in My Head (Flex)": gente... Essa música gruda. E o ritmo? E a letra?! O swag é certo, maravilhoso, e o cheiro de hit claro. Se vai pegar ou não, quem ama já está sem jogando sem parar e loucamente! Sem falar que... (o sotaque do Fetty Wap é FODE).

"Squeeze": assim como muitas faixas no disco, "Squeeze" se constrói com uma baladinha leve que leva até um caliente e delicioso refrão e break que tornam o clichê das introduções viciante com o tempo!

"Gonna Get Better": o gostoso dessa faixa é que, seguindo com a característica e forte batida latina presente em outros momentos do registro, ela faz uma ponte bastante interessante entre as faixas que a rodeiam. 

PAUSA PARA: medo de ser feliz é não se jogar ao som de "Scared of Happy"!

"Not That Kinda Girl": essa, com toda sua pegada 90's e com participação da maravilhosa Missy Elliot, é o que podemos chamar de O CLOSE ERRADO do álbum. Há muito o que se celebrar no disco, mas em pleno 2016, girlband esteriotipando outras mulheres, não, né? Música de produção incrível, mas "NEEEEEEXT", por motivos de "não dá para ouvir essa letra sem se incomodar".

"Dope": aqui basta deixar a baladinha te levar lentamente até o batidão pop Carly Rae Jepsen do refrão! "Dope" é top dope! I don't know how else to say it / But you're pretty fucking dope ♪♫

"No Way": como não amar uma música que fala muito bem daquilo que a gente já viveu, ou vai viver? De querer estar com alguém, de ter tanta dificuldade, mas que ainda com todos contra, a gente tá la tentando? Mesmo a gente sabendo que não tá rolando, mas tá... Hein?! 

É isso! Fiquem ligados, que talvez iremos cobrir o aguardado show das garotas que acontecerá em Brasília, no dia 3 de julho.
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

Siobhan Donaghy confirma retorno do Sugababes (MKS) para 2017!


Nem tudo está perdido pra quem aguarda um novo single de Mutya Keisha Siobhan desde 2013... Em entrevista a uma rádio durante a parada LGBT de Londres, Siobhan Donaghy confirmou que vai ter álbum novo do Sugababes em 2017.

Além desse ter sido um pronunciamento oficial depois de meses de silêncio, a confirmação de Siobhan veio como álbum do Sugababes e não do Mutya Keisha Siobhan. Alguns fãs descobriram que um processo foi aberto por Keisha para conseguir na justiça os direitos para lançar o material com o nome da banda que elas começaram em 2000 e a declaração de Siobhan só fortalece que elas estão mais perto do que nunca de conseguir.

Ainda na entrevista, a cantora disse que já teria uma data para esse (novo) retorno, mas que ainda estaria impossibilitada de falar. O último single que elas lançaram juntas foi “Flatline” de 2013, produzido por Dev Hynes e com recepção calorosa da crítica. Durante esse período, as meninas  abriram o NME Awards em parceria com a banda Metronomy, liberaram um remix oficial de “Entertainment” da banda Phoenix incluindo vocais delas e a também faixa “Lay Down In Swimming Pools” com sample de “Swimming Pools” do Kendrick Lamar. Ainda vazaram outras faixas como “Burnt Out” e a deliciosa “Back In The Day”.

Não se sabe se o lançamento será pela Polydor e se terá as faixas que elas trabalharam nesse período com nomes que inclui Shaznay Lewis do All Saints, MNEK, Naughty Boy e Sia, mas só de ter um pronunciamento oficial depois de meses de silêncio já vale a pena!

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

Porches é uma melancólica, dançante e sincronizada banda no clipe de "Car"!


Sumidinhos por conta da turnê desde o lançamento do debut álbum Pool, que sucede o EP Slow Dance in The Cosmos através da Domino Records, o grupo Porches encontrou um tempinho e gravou clipe para a faixa "Car".

Dirigido por Daniel Bereton, o vídeo traz a banda em uma cômica e sincronizada apresentação aonde todos usam branco em um cenário clean e de design arrojado.

Confira:


Pool já pode ser ouvido no Spotify:

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br