O QUÊ VOCÊ PROCURA?

EXAGERADAMENTE POP! http://www.qualagrandeideia.com/

Mostrando postagens com marcador lista. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador lista. Mostrar todas as postagens

25 outubro 2015

8 fatos que você talvez não conheça sobre um dos mais icônicos álbuns do pop: O "Blackout" da Britney Spears!

Por em 25.10.15

A adoração pelo álbum Blackout de Britney Spears é quase unanime, pois, mesmo sendo o álbum considerado um dos melhores da história da música pop, divisor de águas, marco, existe, incrivelmente, quem o considere ruim.

Porém, sendo esses uma GRANDE minoria, reservaremos sempre amor e devoção ao álbum mais aclamado da maravilhosa Britney Spears!

Recentemente a MTV gringa divulgou uma lista com 8 fatos que poucos devem saber sobre a obra de arte de Britney com produção de hits pelo fodástico Danja e nós trazemos pra vocês em português. Confere:

1. O verso “It’s Britney, bitch” não foi planejado para o introdução de "Gimme More"!



A frase, marcante até hoje na carreira de Britney era, inicialmente, uma brincadeira de estúdio do produtor Danja, mas acabou se tornando um marco de impulso tanto para o que Britney passava em sua vida pessoal, quanto para o álbum.



2. “Break The Ice" e "Outta This World" tinham um dialogo extra, mas eles acabaram sendo cortados na sua versões finais.



Ficamos aqui curiosos com esses tal versos de "Break The Ice"...

Quanto a "Outta This World" (que originalmente se chamava "A Song About You"), bem, ela tinha uma intro com a voz de sua compositora Keri Hilson!


3.  "Hot As Ice" se chamava, inicialmente, "Cold As Fire", mas, com o seu vazamento antes do álbum, o título foi alterado.


Como vocês podem perceber acima, a contagiante música do "priquitã*", não sofreu alterações só no nome, mas em sua sonoridade - o que gerou, na época, divergências fervorosas de opiniões!


4. "Everybody" era inicialmente uma demo na voz das The Cheetah Girls e ia ser gravada por Rihanna!


A versão final, de Britney, ainda continha os vocais das The Cheetah Girls e a música, você não leu errado o título do tópico, foi feita inicialmente para o segundo disco de Riri, Girl like Me, que acabou ganhando o hit "SOS", produzido por J.R. Rotem, que produziu "Everybody" na voz da Neide).


5. Robyn canta como backing vocal em "Piece of Me"



Creia, a demo do hit de Britney, segundo single do álbum Blackout, "Piece of Me", foi gravado por Robyn, que deve seus vocais da versão de amostra reaproveitados na versão final - o que é até perceptível em alguns momentos da música.



6. O instrumental de "Freakshow" rodou pela internet muito antes do lançamento do álbum


Produzida por Bloodshy & Avant a faixa estava disponível, na época, em sua versão sem vozes, no site oficial da dupla de produtores, mas ninguém sequer podia imaginar que viria a ser "Freakshow" da Deusaney.


7. Nada de "Gimme More", o primeiro single do Blackout estava sendo disputado por "Toy Soldier","Get Back” e “Hot As Ice”.



Em várias entrevistas dadas por produtores do álbum durante sua produção, em nenhuma vez "Gimme More" foi citada, entretanto, "Toy Soldier", "Get Back" e "Hot As Ice" sempre eram mencionadas.


8. "Radar" foi sim o último single do Blackout


Como todos sabemos, "Radar" deveria ser lançado como 4º single do Blackout, mas acabou sendo cancelado de última hora. Mesmo cancelado, algumas cópias do single acabaram indo a venda, mas não muitas e raras atualmente.

Anos depois "Radar" acabou ganhando um novo mix e foi utilizado, por justiça, como single promocional do álbum Circus.

9 (Bônus). A GENTE MORRE DE SAUDADE DESSA ERA!


Esse post foi adaptado e traduzido de uma publicação original da MTV

29 dezembro 2014

NME elege seus "de longe" 15 melhores clipes da década!

Por em 29.12.14

Conceituada, a NME tem sempre suas listas, matérias e demais produções respeitadas no meio do entretenimento.

Sempre divulgando listas polêmicas e bem gerais, a nova foi a Videos Of The Decade So Far, onde vemos nomes como Lana Del Rey, Azealia Banks, Arctic Monkeys e M.I.A., e 2 posições! Confira a lista:

1. Bad Girls, M.I.A.:

2

2. Telephone, Lady Gaga:

3. Yonker, Tyler the Creator: 

4. Runaway, Kanye West:

5. 212, Azealia Banks:

E a lista continua assim:

6. MIA –  Born Free
7. Eagulls –  Nerve Endings
8. Janelle Monáe – Tightrope
9. Lana Del Rey – Video Games
10. David Bowie – Where Are We Now?
11. Arcade Fire – Afterlife
12. FKA Twigs – Two Weeks 13. Grimes –  Oblivion
14. Arctic Monkeys – R U Mine? 
15. Perfume Genius –  Hood

E aí, você concorda?

08 dezembro 2014

Confira a lista dos "Melhores de 2014" divulgada pela Apple

Por em 8.12.14
                           
Desde 2009, a Apple lança uma lista nomeando os melhores do ano do iTunes em diversas categorias, e esse ano não foi diferente. A empresa divulgou a lista dos melhores do ano que inclui Aplicativos, Jogos, Filmes, Músicas, Programas de TV e Livros.

Aparentemente, a Apple divulga a lista dos melhores do iTunes de cada país, sendo assim, resolvemos mostrar tantos os vencedores das lojas brasileiras e também das americanas.

Veja alguns dos eleitos:

      Música:  iTunes Americana
  • Melhor Arista: Beyoncé
  • Melhor Álbum: 1989 - Taylor Swift
  • Melhor Música: Fancy - Iggy Azalea feat. Charli XCX
  • Melhor Novo Artista: Sam Smith    

     iTunes Brasileira:
  • Melhor Artista: Pharrel Williams
  • Melhor Álbum: Vista do Mar - Silva
  • Melhor Música: Chandelier - Sia
    
    Filmes: iTunes Americana
  • Melhor Blackbuster: Os Guardiões da Galáxia
  • Melhor Filme para Família: Lego - O Filme
  • Melhor Diretor: Richard Linklater
  • Melhor Descoberta: Obvious Child
    iTunes Brasileira:
  • Melhor Blockbuster: Guardiões da Galáxia
  • Melhor Diretor: Martin Scorsese, com o filme "O Lobo de Wall Street"
  
    Livros: iTunes Americana
  • Melhor Ficção: All The Light We Cannot See, de Anthony Doerr
  • Melhor Não-Ficção: The Short and Tragic Life Of  Robert Peace, de Jeff Hobbs
    iTunes Brasileira:
  • Melhor Filme de Ficção: Adultério, de Paulo Coelho
  • Melhor Filme de Não-Ficção: O Capital, de Thomas Piketty

01 outubro 2013

Rolling Stone espanhola elege as 50 melhores músicas do século XXI!

Por em 1.10.13

O século XXI só tem 13 anos, mas dele já foram produzidas milhares de milhares de músicas maravilhosas. Gêneros se misturaram, foram criados e reinventados nesse século. Divas apareceram, bandas se consagraram e, mesmo em tão pouco tempo, com tudo de bom que já foi sucesso e é lembrado até hoje, não é da fácil escolher o que há de melhor e, pior, listar.

Bom, a Rolling Stone espanhola se atreveu e divulgou uma lista com as 50 melhores músicas do século XXI, para eles.

Liderada por "I Bet You Look Good On The Dancefloor", do Arctic Monkeys, a lista ainda tem M.I.A. (em 3º lugar, com a polêmica alavanca "Paper Planes"), Daft Punk (com "Get Lucky"), Beyoncé ("Crazy in Love"), Amy Winehouse, Lana Del Rey, Madonna...



1. ‘I bet you look good on the dancefloor’ – Arctic Monkeys, 2005.
2. ‘Seven nation army’ – The White Stripes, 2003.
3. ‘Paper planes’ – M.I.A., 2008.
4. ‘Neighbourhood#1 (Tunnels)’ – Arcade Fire, 2004.
5. ‘Get lucky’ – Daft Punk, 2013.
6. ‘Viva la vida’ – Coldplay, 2008.
7. ‘Crazy in love’ – Beyoncé, 2003.
8. ‘Take me out’ – Franz Ferdinand, 2004.
9. ‘Things have changed’ – Bob Dylan, 2000.
10. ‘Lonely boy’ – Black Keys, 2011.
11. ‘Back to black’ – Amy Winehouse, 2006.
12. ‘Last nite’- The Strokes, 2001.
13. ‘Where are we now?’ – David Bowie, 2013.
14. ‘All my friends’ – LCD Sounsystem, 2007.
15. ‘Clint Eastwood’ – Gorillaz, 2001.
16. ‘Time for heroes’ – The Libertines, 2003.
17. ‘We found love’ – Rihanna, 2011.
18. ‘Skinny love’ – Bon Iver, 2008.
19. ‘Crazy’ – Gnarls Barkley, 2006.
20. ‘Such a great heights’ – The Postal Service, 2003.
21. ‘Float on’ – Modest Mouse, 2004.
22. ‘Your love alone is not enought’ – Manic Street Preachers, 2007.
23. ‘Rolling in the deep’ – Adele, 2011.
24. ‘Mr. Brightside’ – The Killers, 2004.
25. ‘New slaves’ – Kanye West, 2013.
26. ‘The rip’ – Portishead, 2008.
27. ‘Kids’ – MGMT, 2005.
28. ‘Weak become heroes’ – The Streets, 2002.
29. ‘Can’t get you out of my head’ – Kylie Minogue, 2001.
30. ‘Handshake drugs’ – Wilco, 2004.
31. ‘Feel good hit of the summer’ – Queens Of The Stone Age, 2000.
32. ‘Find the torch, burn the plans’ – Paul Weller, 2010.
33. ‘Crystal’ – New Order, 2001.
34. ‘Under the westway’ – Blur, 2012.
35. ‘Everything in its right place’ – Radiohead, 2000.
36. ‘Manhattan’ – Cat Power, 2012.
37. ‘White winter hymnal’ – Fleet foxes, 2008.
38. ‘In the dark places’ – PJ Harvey, 2011.
39. ‘My girls’ – Animal Collective, 2009.
40. ‘Chicago’ – Sufjan Stevens, 2006.
41. ‘Cry me a river’ – Justin Timberlake, 2012.
42. ‘Lisztomania’ – Phoenix, 2009.
43. ‘Grounds for divorce’ – Elbow, 2008.
44. ‘Video games’ – Lana Del Rey, 2011.
45. ‘The rising’ – Bruce Springsteen, 2002.
46. ‘Hung up’ – Madonna, 2005.
47. ‘American idiot’ – Green Day, 2004.
48. ‘Maps’ – Yeah Yeah Yeahs, 2004.
49. ‘Santa Maria da feira’ – Devendra Banhart, 2005.
50. ‘A song for the lovers’ – Richard Ashcroft, 2000.

06 julho 2013

Divas brasileiras que nós queremos de volta no topo!

Por em 6.7.13
O QAGI? É democrático por excelência. Essa é a nossa cultura ao produzir qualquer conteúdo e por isso as dicas de vocês são importantes e devem figurar por aqui. Então, aguardo os comentários de vocês citando outros nomes desse cenário precioso que gostaríamos de ver no topo das paradas de sucesso por aqui novamente.

Deborah Blando sai na frente como a nossa queridinha dessa postagem, porque afinal de contas, além de ser dona de uma das maiores vozes do país (ao menos a maior que já figurou pelo pop), a moça também é guerreira, poliglota, dona de uma beleza devastadora e já passou tempo de mais sumida, coisa que não perdoaremos novamente.

O maior fôlego pop já surgido em terras tupiniquins, Deborah já esteve no páreo com outras cantoras americanas e inclusive compartilhou do mesmo empresário de Cindy Lauper. É dona de um dos maiores hits da história da música brasileira e já vendeu mais de cinco milhões de discos por aqui e internacionalmente, possui sete singles em primeiro lugar nas paradas de sucesso brasileiras e 10 singles no top 10, além de cinco singles no Hispanico America sendo todos estes no top 10.

No início dos anos 2000, Deborah enfrentou uma intensa crise com a sua então gravadora EMI/VIRGIN que resultou num boicote de suas músicas nas rádios nacionais e posteriormente apoiada pela Abril Music, lançou o disco Salvatrice (que leva o seu nome do meio) e novamente emplacou hits nas paradas brasileiras, dessa vez cantando em italiano.

É um dos exemplos mais nítidos de uma artista genuinamente brasileira (mesmo sendo naturalmente italiana). E sim, isso pode parecer controverso se levarmos em consideração que ela canta em inglês e italiano, mas é justamente ai que reside esse fator. Deborah é capaz de traçar uma linha de comunicação clara entra Brasil, Itália e países de língua inglesa uma vez que o seu material seja devidamente difundido. E não há nada melhor para ilustrar uma brasilidade do que ser globalizada e versátil. Mas pra quem busca isso na sua sonoridade, vai encontrar no seu imenso hit “Unicamente”.

Linda, loira e extremamente espiritualizada, Deborah ainda faz parte do nicho de artistas que se preocupam com uma mensagem mais profunda na sua música ainda que a sonoridade seja moderna. Isso é ser contemporânea.



Daniela Mercury é a artista brasileira de maior projeção internacional da história desse país. Primeira e até agora a única cantora nacional á se apresentar no palco do Grammy Latino, ela tem o respeito dos críticos musicais mais exigentes do país e do mundo (New York Times, Le Monde e BBC), de diversos intelectuais e conhecedores de cultura popular, inclusive de uma das intelectuais feministas mais importantes do século atual, Camille Paglia, que se diz simplesmente apaixonada pela vibração colorida e musical que Daniela transmite com o seu trabalho.

Com cerca de 20 milhões de discos vendidos mundialmente, Daniela tem 14 singles em primeiro lugar nas paradas de sucesso brasileiras e 24 no top 10. Precursora de um ritmo que ganhou o Brasil nos anos 90 foi diretamente responsável pelo surgimento de outras artistas do seguimento como Ivete Sangalo e Claudia Leitte, ainda que estas no final tenham optado por um axé pasteurizado mais genérico e contribuído para a descontinuação do precioso samba reggae.

Também vencedora do Grammy Latino pelo disco Balé Mulato, Daniela é bailarina formada pela Universidade da Bahia e também conhecida por ter misturado o balé clássico com a dança afro. Já se apresentou ao lado de Paul McCartney durante a entrega do Prêmio Nobel da Paz em Oslo e é a responsável pela incursão da música eletrônica no carnaval Salvador e como se não bastasse, é também responsável pelo percurso dos trios elétricos durante o evento que movimenta a economia da cidade inteira.

Daniela ainda conta com uma lindíssima coleção de vídeo clipes, algo que nem sempre foi tão usual á artistas mainstreams brasileiros. Sua volta ao topo das paradas se faz necessária e urgente, principalmente agora que ela se transformou num símbolo histórico da diversidade sexual no país e da luta por direitos igualitários. 



Luka é dona de um talento natural. Gaúcha, toca violão desde o sete anos de idade e tem na sua história de vida um envolvimento total com música.

Após uma coincidência entre uma participante do reality show Big Brother Brasil que cantarolava a sua música dentro da casa o tempo inteiro, a compositora viu a canção “Tô Nem Aí” se tornar uma das mais pedidas nas rádios brasileiras e conseqüentemente chegar ao topo das paradas. O disco Porta Aberta foi lançado e o segundo single de mesmo nome repetiu o sucesso do primeiro.

Inesperadamente, Luka também viu o seu smash hit “Tô Nem Ai” chegar ao topo das paradas na Alemanhã e também na MTV italiana. Afastada da mídia após o nascimento da sua primeira filha, a cantora ainda lançou o disco Sem Resposta, com uma sonoridade mais voltada para o Rock e um single que levava o mesmo nome, mas que acabou tendo um desempenho bem regular nas rádios brasileiras. Convenhamos, a sua volta bem que calharia perfeitamente num momento em que as rádios brasileiras se mostram tão carentes de artistas pop nacionais.

10 outubro 2012

Confira a lista de indicados do American Music Award deste ano! Nicki e Rihanna lideram as indicações!

Por em 10.10.12
Ontem Christina Aguileira, Lance Bass (ex-'N SYNC) e outros participarão do evento no qual foi divulgado os indicados ao American Music Awards 2012, que acontecerá no dia 18 de Novembro!


E lá (Aguilera, Bass e os outros, rs) descobriram que este ano Rihanna (mais uma vez...) e Nicki Minaj lideram o rank de indicações com quatro cada uma. Nomes como os de Justin Bieber, One Direction, Taylor Swift, Drake e muitos outros aparecem na lista. Veja ela completa abaixo:

ARTIST OF THE YEAR
Justin Bieber
Drake
Maroon 5
Katy Perry
Rihanna

NEW ARTIST OF THE YEAR
J. Cole
fun.
Gotye
Carly Rae Jepsen
One Direction

FAVORITE MALE ARTIST – POP/ROCK
Justin Bieber
Flo Rida
Pitbull
Usher

FAVORITE FEMALE ARTIST – POP/ROCK
Kelly Clarkson
Nicki Minaj
Katy Perry
Rihanna

FAVORITE BAND, DUO OR GROUP – POP/ROCK
fun.
Maroon 5
One Direction
The Wanted

01 dezembro 2011

Nomeados Grammy 2012: Gaga, Rihanna e OBGs

Por em 1.12.11

Ontem aconteceu o show de nomeação do 54º Grammy. Tivemos shows de Lady GaGa, Rihanna, Usher, Ludacris, Sugarland (com a Gaga) e muitos outros. O artista com maior número de nomeações foi Kanye West, alguns cantores agradeceram as nomeações pelo twitter depois da festa e eu não vou dar muitos outros detalhes sobre o Grammy, afinal ele dispensa explicações.

O que mais você precisa saber, além do que até sua vó já sabe, é que aconteceram algumas mudanças, umas pra melhor e outras ruins, em relação as categorias. "o número de categorias foi reduzido. As alterações aconteceram principalmente nos gêneros pop, R&B, rock e country. Não haverá mais a separação de vocais masculinos e femininos. Todos os artistas concorrerão em uma única categoria batizada de "Solo Performance".", trecho do post com a lista de indicados do site Pop Line.

Não há vídeo de todos os que se apresentaram ontem e não há necessidade e falar sobre Usher, Ludacris, The Band Pery, Lupe Fiasco etc. Não por terem feito apresentações ruins, ou sim, mas porque não fazem parte do assunto central do blog, o pop, e porque eu sei que vocês iriam pular os vídeos deles pra se deliciar no que bastava na noite de ontem de tão bom que foi, Rihanna e Lady Gaga:


Quem viu no palco, entre outros, Nicki Minaj, Katy Perry e Bruno Mars apresentando a nomeação, não viram Rihanna se apresentando no mesmo palco que eles. A cantora direto de Londres, na The O2 Arena (onde a Kylie costuma gravar seus DVDs), cantou o primeiro single de seu novo álbum em um palco lindo, neon e com show lotado. "We Found Love" foi apresentada pela cantora com a mesma roupa usada aqui no Brasil, a mais desgastada da história da música, rs



Mas antes e depois disso acima, Rihanna fazendo lindamente o de sempre, teve Lady Gaga:



A cantora subiu a pouco maquiada de caveira para uma dirty performance de "Marry The Night" (que vaza em muito breve), toda no dark, fumacê e freakshow hambientado no ferro velho. Depois baixou a Taylor Momsen pra cantar, com a dupla country Sugarland, o seu sucesso "Yoü and I".

"Marry The Night"


"Yoü and I" com Sugarland


A lista dos indicados nas principais categorias você pode conferir abaixo e a lista completa lá no site oficial do Grammy:

Gravação do Ano (prêmio entregue aos artistas)
"Rolling In The Deep" – Adele
"Holocene" – Bon Iver
"Grenade" – Bruno Mars
"The Cave" – Mumford & Sons
"Firework" – Katy Perry

Música do Ano (prêmio entregue aos compositores)
"All Of the Lights" – Kanye West
"The Cave" – Mumford & Sons
"Grenade" – Bruno Mars
"Holocene" – Bon Iver
"Rolling In The Deep" – Adele

Artista Revelação
The Band Perry
Bon Iver
J. Cole
Nicki Minaj
Skrillex

Álbum do Ano
"21" – Adele
"Wasting Light" – Foo Fighters
"Born This Way" – Lady GaGa
"Doo Woops & Hooligans – Bruno Mars
"Loud" – Rihanna

Best Pop Solo Performance
"Someone Like You" – Adele
"Yoü And I" – Lady GaGa
"Grenade" – Bruno Mars
"Firework" – Katy Perry
"F***in’ Perfect" – Pink

Best Pop Duo/Group Performance
"Body and Soul" – Tony Bennett & Amy Winehouse
"Dearest" – The Black Keys
"Paradise" – Coldplay
"Pumped Up Kicks" – Foster The People
"Moves Like Jagger" – Maroon 5 & Christina Aguilera

Best Pop Vocal Album
"21" – Adele
"The Lady Killer" – Cee Lo Green
"Born This Way" – Lady GaGa
"Doo-Wops & Hooligans" – Bruno Mars
"Loud" – Rihanna

Best Dance Recording
"Raise Your Weapon" – Deadmau5 & Greta Svabo Bech
"Barbra Streisand" – Duck Sauce
"Sunshine" – David Guetta & Avicii
"Call Your Girlfriend" – Robyn
"Scary Monsters And Nice Sprites" – Skrillex
"Swedish House Mafia" – Steve Angello, Axel Hedfors & Sebastian Ingrosso, producers; Steve Angello, Axel Hedfors & Sebastian Ingrosso

Best R&B Album
"F.A.M.E." – Chris Brown
"Second Chance" – El DeBarge
"Love Letter" – R. Kelly
"Pieces Of Me" – Ledisi
"Kelly" – Kelly Price

Best Country Solo Performance
"Dirt Road Anthem" – Jason Aldean
"I'm Gonna Love You Through It" – Martina McBride
"Honey Bee" – Blake Shelton
"Mean" – Taylor Swift
"Mama's Song" – Carrie Underwood
Best Rap Performance"Look At Me Now" – Chris Brown, Lil Wayne & Busta Rhymes
"Otis" – Jay-Z & Kanye West
"The Show Goes On" – Lupe Fiasco
"Moment 4 Life" – Nicki Minaj & Drake
"Black And Yellow" – Wiz Khalifa

Best Rap/Sung Collaboration
"Party" – Beyoncé & André 3000
"I'm On One" – DJ Khaled, Drake, Rick Ross & Lil Wayne
"I Need A Doctor" – Dr. Dre, Eminem & Skylar Grey
"What's My Name?" – Rihanna & Drake
"Motivation" – Kelly Rowland & Lil Wayne
"All Of The Lights" – Kanye West, Rihanna, Kid Cudi & Fergie

Best Rap Album
"Watch The Throne" – Jay-Z & Kanye West
"Tha Carter IV" – Lil Wayne
"Lasers" – Lupe Fiasco
"Pink Friday" – Nicki Minaj
"My Beautiful Dark Twisted Fantasy" – Kanye West

Best Short Form Music Video
"Rolling In The Deep" – Adele
"Yes I Know" – Memory Tapes
"All Is Not Lost" – OK Go
"Lotus Flower" – Radiohead
"First Of The Year (Equinox)" – Skrillex
"Perform This Way" – "Weird Al" Yankovic



E como é de praxe, não faltou artista agradecendo através de redes sociais pelas suas nomeações:


Rihanna (Concorre em 5 categorias incluindo Álbum do Ano, Melhor Álbum Pop):

"5 inidicações ao #GRAMMYS2012!! Este ano está ficando cada vez melhor! #LOUD para melhor álbum do ano!".

Bruno Mars (Com seis indicações incluindo Álbum do Ano, Gravação e Música do Ano):

"Estou procurando alguma coisa inteligente para dizer, mas a única coisa que vem à minha mente é: FRIKIKIKIKI!! Nós conseguimos! #Hooligans".
Lady Gaga (Concorre em Álbum do Ano, Best Pop Solo Performance e Melhor Álbum Pop):

"Estou honrada em ter três indicações ao Grammy incluindo Melhor Álbum do Ano por 'Born This Way'. Amo muito vocês".

Katy Perry (Indicada à categoria de Gravação do Ano e Solo Pop Performance por "Firework"):

"Estou muito orgulhosa da minha pequena 'Firework'. Obrigada".


J. Cole (Concorre em Artista Revelação):

"Eu venho de Fayetteville, NC. Isso é surreal. Obrigado por todo o amor. Vejo vocês no Grammy"

Adam Levine:

"Moves Like Jagger" concorre em Melhor Performance Pop de Duo/Grupo.
"Indicado ao Grammy! Ahhhhhhhhh!!!!!

A cerimônia do Grammy 2012 acontecerá no dia 12 de fevereiro.

[Vi no Pop Line]

24 novembro 2011

Azealia Banks, a artista mais "cool" de 2011!

Por em 24.11.11

Todos os anos a NME divulga uma lista com os mais legais artistas do ano e a mesma revista que deu ano passado o título para Laura Marling, hoje sumida, está elegendo esse ano Azealia Banks, e a sua boca linda e grandona, grandona assim ó, maior que a da Lana Del Rey (?), como a mais "cool" de 2011.

Azealia tem apenas 20 anos de idade e o seu atual single, "212" é todo urbano, guetão e cômico. O clipe da música, todo p&b, também compartilha dos mesmos adjetivos da música. Então ela que é comparada com M.I.A. e tem Major Lazer, Ladytron, Interpol e muitos outros entranhados em sua carreira musical, merecia mesmo esse título!? Vocês podem conferir o mais recente clipe dela, "212", pra respoder se "sim" ou se "não":



A lista da NME também conta com Lana Del Ray, Florence Welch, Dave Grohl (líder do Foo Fighters) e outros:


O top 10 é formado por Azealia, Javis Cocker, Honor Titus, Tom Meighan e Serge Pizzorno (ambos do Kasabian, em 4º e 5º lugar), Lana Del Ray em 6º e... Florence Welch não está entre os 10 primeiros, como vocês pode conferir na lista abaixo:

01. Azealia Banks
02. Jarvis Cocker (Pulp)
03. Honor Titus (Cerebral Ballzy)
04. Tom Meighan (Kasabian)
05. Serge Pizzorno (Kasabian)
06. Lana Del Rey
07. Rhys Webb (The Horrors)
08. Theo Hutchcraft (Hurts)
09. Matt Helders (Arctic Monkeys)
10. Ellery Roberts (WU LYF)

20 agosto 2011

Os vídeos preferidos de Lady Gaga, hum.

Por em 20.8.11

Qual o fã que nunca ficou pensando quais devem ser as músicas favoritas de seu ídolo? No que diabos ele leva no Ipod, no que ele coloca pra tocar quando as coisas estão tensas, an? Acho que poucos ainda não pararam pra pensar nisso, então, como Lady Gaga tem muito fãs, e que mesmo se a maioria não se importasse com o que ela gosta, a minoria continuaria sendo muita gente...

A cantora gravou dentro de uma banheira comentando os vídeos que ela mais gosta, que para ela fizeram diferença no mundo videográfico da música. Essa lista é interessante até pra quem não é fã mesmo, pra entender melhor a cabeça da moça, ou não, hein?



1. Stay – Shakespeare’s Sister
2. Hold On – Wilson Phillips
3. Corporate Cannibal – Grace Jones
4. Stress by Romain Gavras – Justice
5. Life On Mars? – David Bowie
6. Too Funky – George Michael
7. Waterfalls – TLC
8. Thriller – Michael Jackson
9. Vogue – Madonna
10. If I Could Turn Back Time – Cher
11. Here I Go Again – Whitesnake

Olha, gosto é gosto e eu também amo alguns dos vídeos que a cantora pôs na lista, mas outros não fazem sentido nem aqui nem na Gagalândia. Você pode assistir a todos eles aqui na lista de reprodução criada para a lista.

[Vi no Going Pop]

12 junho 2011

5 músicas para embalar seu não-romance

Por em 12.6.11
















Hoje, 12 de junho, é dia dos namorados. Por isso, com muito amor no coração, fiz uma listinha diferente. Ao invés de cinco músicas para embalar casais, fiz para os eternos solteiros, recém-solteiros, platônicos, arrependidos e toda a classe com dor de cotovelo desse Brasil-sil-sil. Então, se você não está apaixonadinho(a) e não gosta de musiquinhas mela-cueca, que falam de romances que terminaram e de amores que não acabam mais, nem leia esse post, que hoje está doce e dando cárie.

1. Adele - Someone Like You



WEEK TOP POST!

Todas as imagens publicadas nesse site são retiradas da internet. Caso você tenha direito sobre alguma delas e queira que essa seja devidamente creditada ou, até mesmo, excluída, entre em contato para pronta operação. Programação e Design por Roberto Júnior.