O QUÊ VOCÊ PROCURA?

EXAGERADAMENTE POP! http://www.qualagrandeideia.com/

Mostrando postagens com marcador Spice Girls. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Spice Girls. Mostrar todas as postagens

14 setembro 2016

Spice Girls vão escolher uma nova integrante através de um reality show!

Por em 14.9.16

E esse retorno das Spice Girls vai ou não acontecer? Desde que se separaram o mundo clama pela volta das meninas do espaço. Mas pelo visto, agora vai!

Semana passada, saiu uma matéria no The Daily Mail, onde afirma que Geri Halliwell, Emma Bunton e Melanie B, entraram em contato com a BBC para sugerir a produção um reality show para selecionar uma nova integrante para a girl band.

A princípio a seletiva vai acontecer durante cinco audições para selecionarem apenas mais uma integrante para o grupo, e a final do programa seria ao vivo.

A vencedora vai se juntar as Spice Girls na apresentação no Hyde Park, em Londres, para celebrar os 21 anos do single “Wannabe”.

De acordo com as informações, será apenas mais um garota e não duas. O quinteto vai virar quarteto? Vamos aguardar mais informações sobre isso, né?

girls view awards spice girls spice
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

06 setembro 2016

CORRE: Mel C lança clipe para o single “Anymore” e fala sobre retorno com as Spice Girls!

Por em 6.9.16

Olha só quem resolveu aparecer! Mel C — a eterna "Ex Spice Girl"! A cantora liberou nesta hoje (6) o clipe para seu mais novo single de trabalho, “Anymore”.

O clipe tá muito delicinha! Melanie tenta esquecer um romance não bem-sucedido na história do videoclipe, resolve sair pra curtir e ocupar a mente e acaba se jogando ora num ambiente escurão vibe balada, ora na rua com muito gingado!

“Anymore” é música do álbum “Version of Me”, que vai estar disponível dia 21 de outubro pra gente curtir bem muito.


Recentemente a Mel C fez umas fotos e deu entrevista exclusiva para a Love Magazine, e destacamos esse trecho onde ela fala sobre retorno com as Spice Girls:

“Verdade seja dita, no início deste ano depois de vários encontros com as meninas, tomei a difícil decisão de não fazer parte de uma proposta de retorno com Emma, Geri e Melanie. Victoria já saiu de cena compreensivelmente por causa das demandas de sua grife e sua família bastante grande. A parte mais difícil para mim foi decepcionar as pessoas, as garotas, os fãs, a civilização?! Infelizmente algo não me parecia certo e precisei seguir os meus instintos.”

A gente faz o quê agora? Chora?
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

06 julho 2016

As Spice Girls lançaram uma campanha INCRÍVEL pelos direitos das mulheres em parceria com a ONU. #WhatIReallyWant

Por em 6.7.16

As Spice Girls estão de volta, e não é pra uma nova turnê, mas por uma causa maravilhosa e muito mais importante, esse ano, o hit "Wannabe" completa 20 anos de lançamento, e por ter sido o hino de tantas mulheres nos anos 90, a ONU utilizou a música como tema de uma campanha virtual pelos direitos das mulheres.

A campanha tem cinco pontos como pautas principais: Educação de qualidade para todas as garotas, fim de violência contra a mulher, igualdade de gênero, fim do casamento infantil e pagamento igualitário entre homens e mulheres pelas mesmas funções.

Utilizando o refrão da música, o nome da campanha é uma hashtag #WhatIReallyWant e tem o intuito de incentivar mulheres do mundo inteiro a dizerem nas redes sociais "O que realmente querem".

Confira o vídeo que foi liberado ontem por Victoria, Mel C e Emma em suas respectivas páginas do Facebook:



Um hino, continua sendo um hino em qualquer década, ainda mais com uma mensagem tão importante e necessária aos tempos de hoje.
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

29 abril 2016

De acordo com tablóide, Mel C não estaria disposta a um retorno do Spice Girls!

Por em 29.4.16


Fica difícil acreditar em notícias de tabloides britânicos, mas de acordo com o The Sun, Melanie C não pretende comemorar os 20 anos de “Wannabe” para focar em seus projetos solo.

O rumor coloca Mel C ao lado de Victoria como as dificuldades para uma reunião da banda. A sporty spice tem a sua própria gravadora desde 2005 com total liberdade criativa para sua música e ainda de acordo com o tablóide, Mel C aproveitaria para focar nos próximos projetos  de sua gravadora alegando que ainda não é o momento certo para um retorno breve do grupo.

Aparentemente só Emma, Geri e Mel B topariam uma breve reunião comemorativa.

Já Simon Fuller, antigo empresário das meninas, reforçou a dificuldade de Victoria participar de qualquer reunião em uma entrevista alegando que a posh spice nunca se sentiu confortável no grupo e que desde o começo tinha interesse em uma carreira no mundo da moda.

Na última semana, Geri Halliwell compartilhou em seu Instagram uma foto comemorando os 20 anos de lançamento de "Wannabe". Só cabe a nós torcer e apelar para aquela última esperança de ter as cinco de volta mais uma vez.
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

22 abril 2016

Rapidinho assim: clipe "Wannabe" das Spice Girls completa 20 anos!

Por em 22.4.16

O tempo passa rápido demais, mas se tem uma coisa que as Spice Girls sabem ser é: atemporal. Não importa quanto tempo passe, o som delas nunca vai ser deixado de lado ou esquecido. Um dos clipes mais marcantes da década de 90 completa 20 anos este ano. E a eterna ‘ginger spice’, Geri Halliwell, publicou em sua conta no Instagram na manhã da última terça-feira (19) uma foto dos bastidores da produção do clipe para relembrar aquele momento de ouro das garotas.



"Há 20 anos nós filmamos o vídeo de ‘Wannabe’. O tempo voa. Eu ainda lembro como era correr na minha plataforma Mary Quant e meu maiô brilhante comprado no mercado de Notting Hill. Óun! #garotajovemcomsonhosgrandes", publicou Gery.

Com a aproximação do aniversário de duas décadas do clipe, cresceram novamente os rumores de uma turnê comemorativa do grupo. (#AliceTourModeOn)

Vamos rever esta maravilha:

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

29 agosto 2013

Confira: 10 discos que são um marco na cultura pop e que você não pode deixar de ouvir!

Por em 29.8.13
A música pop sobrevive de multifacetas. Grandes mudanças na imagem, revoluções sonoras, grandes retornos, envolvimento com temas sociais polêmicos e etc. Para compreender o que é pop, o que na maioria das vezes é julgado entre inútil e superficial, separamos dez discos (com muita dificuldade) que marcaram época, influenciaram artistas posteriores e causaram um forte impacto cultural. Embora a maioria das obras escolhidas tenham quebrado recordes de venda, esse não foi o nosso critério primordial. Então, ainda que o seu artista favorito tenha dezenas de hits, mas seja carente nos aspectos considerados, ele não irá figurar na nossa lista. O que não significa que ele seja ruim. Há apenas o fator tempo que divide os artistas do pop entre influentes e influenciados, sendo que a geração atual de cantoras e cantoras dentro de uma ou duas décadas estará influenciando uma nova gama de artistas novatos. Os discos não foram listados em ordem de relevância e sim aleatória. Acha que está faltando alguma grande obra aqui? Sugira nos comentários! 

Madonna – Like A Prayer: Em tempos de ARTPOP é bom lembrar que o consagrado disco de Madonna de 1989 foi ovacionado pela crítica tendo sido considerado o momento em que o pop chegou mais perto da arte. Suas canções refletem a opinião contestadora de Madonna em relação ao cristianismo e a sexualidade feminina. A influência do disco pode ser vista claramente ainda hoje nas estrelas emergentes do pop.

Britney Spears – Baby One More Time: Ainda que o disco Blackout claramente seja a sua obra prima, o estrondoso sucesso do seu primeiro disco serviu para consolidar o teen pop que após as boybands dava os seus primeiros passos com artistas em carreira solo. Serviria também para esculpir a imagem de boa moça da qual Britney Spears se serviria durante os próximos anos e posteriormente quebraria em 2003 com o disco In The Zone

Cher – Believe: Em 1998, Cher revolucionou a indústria da música com seu álbum Believe. Ela e Mark Taylor, produtor do disco, inovaram ao utilizar o vocoder (popularmente conhecido como auto-tune), ferramenta que modifica os vocais de uma música e que desde então passou a ser usada com frequência por diversos artistas. A faixa título, “Believe”, foi sucesso em todo o mundo e popularizou não só o vocoder que é conhecido até hoje como “Efeito Cher”, como também a dance music na sua forma mais pura entre outras artistas da música pop. O disco marca também um dos maiores (senão o maior) retorno de uma cantora aos topos das paradas de sucesso com direito a recordes.

Janet Jackson – Rythm Nation: O sucessor de Control, disco de Janet que versava sobre independência, Rythm Nation, foi todo pautado num tema sério e complicado; injustiça social. O disco foi um mega sucesso e sete dos seus oito singles alcançaram o topo 5 da Billboard. A dança de Janet também se tornava um marco assim como a do seu irmão, chegando a influenciar diversos artistas ao longo do tempo, como Justin Bieber  e Jennifer Lopez.

Justin Bieber – My World: Responsável por revigorar o espírito teen que havia perdido o fôlego durante os últimos anos da década de 2000, Justin Bieber é incontestavelmente um dos maiores artistas pop desse século. Sua relação com o público e a sua influência sobre uma legião de fãs fez com que o conceito de ídolo teen fosse revigorado pela industria fonográfica possibilitando novamente o investimento de grandes selos em boybands e outros artistas adolescentes. O feito de Bieber pode ser comparado com o de Britney Spears com o seu debut.

Kylie Minogue – Fever: Kylie foi durante anos um exemplo nítido de que existe música pop e boa além das fronteiras norte americanas. Uma das maiores artistas de todos os tempos, após revisitar a disco music com o seu disco anterior, Light Years, a cantora australiana concebeu um dos melhores discos dance de todos os tempos. A faixa “Can’t Get You Out of My Head” conquistou o topo das paradas de dezenas de países e contribuiu para a consolidação final da música eletrônica que até então ainda fazia a sua transição dos clubes para as rádios.

Cyndi Lauper – She’s So Unusual: Cindy é dona de um dos primeiros hinos feministas da música pop, o smash hit clássico “Girs Just Want To Have Fun”. Além da sua imagem agressiva e colorida que influenciou fortemente os jovens da época e contribuiu para a popularização do punk, Cindy também trouxe para a música pop algo do qual ela era extremamente carente, um grande vocal. O disco foi um sucesso absoluto e até mesmo o single “All Trough The Night” que não contou sequer com um vídeo clipe atingiu o top 5 da Billboard.


Spice Girls – Spice: A banda feminina mais bem sucedida de todos os tempos, ainda hoje gera expectativas numa legião de fãs com a possibilidade de um retorno. O disco Spice que pode ser considerado o melhor marco sonoro da música pop dos anos noventa, tornou as garotas inglesas num fenômeno mundial fazendo com que os números de venda nos Estados Unidos superassem o da terra natal das garotas. Amadas por diversas gerações de uma só vez, as Spicer Girls foram febre entre crianças, adolescentes e até mesmo entre adultos e chegou à ser comparada com bandas como Oasis.

Christina Aguilera – Stripped: Nunca houve uma quebra tão drástica de imagem na história da música pop. De ídolo teen, Aguilera passou a explorar uma imagem considerada conturbada e polêmica com 11 piercings espalhados pelo corpo, roupas minúsculas, opiniões controversas e frequentemente expressadas sem medo algum. O primeiro single “Dirrty” chegou a ser proibido na MTV durante certo período devido às reclamações por parte de pais e instituições familiares americanas. O disco traz letras absolutamente sinceras e expõe a intimidade da cantora em diversos temas como violência doméstica, sexo e inseguranças. A sonoridade também é um fator impressionante já que o disco traz uma artista eclética que se conecta com o soul, rock e hip hop numa só obra.

Michael Jackson – Thriller: assim como Madonna, a influência de Michael Jackson dá-se claramente sobre diversos temas sociais americanos da década de 80. O disco Thriller que versava principalmente sobre o preconceito racial influenciou a moda, a dança, televisão e principalmente a música na sua década de lançamento. É até hoje o disco mais vendido da história com mais de 100 milhões de cópias espalhadas pelo mundo. O impacto cultural desse disco ilustra claramente o significado que uma estrela pop pode ter para uma sociedade. Assim como Madonna, Michael será eternamente detentor do título de rei da música pop, já que o seu legado vai muito além de vendas, posições em charts e etc. É cultural e social.



06 julho 2013

SPICE GIRLS completam 20 anos de formação, será que elas ainda retornam?

Por em 6.7.13
Todo mundo já ouviu, cantou e até mesmo coreografou ao menos uma música das cinco britânicas que há duas décadas conquistaram o mundo com várias canções, considerada por muito muitos como a maior girlband da nossa geração, as Spice Girls celebram 20 anos de grupo em 2013. Geri Halliwell, Melanie Chisholm, Melanie Brown, Emma Bunton e Victoria Beckham foram uma das responsáveis por trazer o pop adolescente para o mundo e com quatro discos lançados, o grupo vendeu mais de 90 milhões de álbuns. 

Tudo começou em 1993 quando a revista britânica "The Stage" anunciou que iria promover um concurso com a finalidade de criar um grupo de pop feminino. Milhares de jovens de 18 – 23 participaram de um processo seletivo bastante rigoroso que avaliava a voz, dança e desempenho das candidatas no palco. Foram escolhidas cinco garotas: Geri Halliwell, Melanie Chisholm, Melanie Brown, Michelle Stephenson e Victoria Adams, inicialmente o grupo chama-se Touch e a primeira canção que as meninas escreveram foi "We're Gonna Make It Happen" , mas que acabou descartada pelos produtores por não acharem a música muito comercial. Em 1994, Michelle sai grupo para cuidar da mãe doente e Emma Bunton foi convidada para ingressar ao grupo.  

No fim do mesmo ano, as meninas lançam a música "Take Me Away" e não ficam muito satisfeitas nem mesmo com a música quanto a pressão dos produtores e nas vésperas de assinar o contrato, as britânicas desistem da parceria com os produtores. As meninas estavam por conta própria agora, sem produtores, as cantoras compuseram mais de 30 músicas e encaminharam algumas demos para as gravadoras inglesas Já em 1995, mudaram o nome do grupo para "Spice", mas como já havia um rapper com o mesmo nome, optaram para colocar o "Girls", originando assim as Spice Girls.


Sem empresário e tampouco produtores, as cinco ralaram e tiveram que fazer todo o trabalho de produção e até mesmo de assessoria de imprensa, até que uma das demos chegaram nas mãos de Simon Fuller, um dos maiores produtores britânicos e idealizador do famoso reality show American Idol nos Estados Unidos e Pop Idol no Reino Unido. Simon viu nas meninas como uma chance sucesso garantido e apostou nas meninas, em 1995 as Spice Girls assinaram contrato com a gravadora Virgin Records. O primeiro single seria "Love Thing", mas decidiram trabalhar em "Wannabe". A música foi lançada no verão de 1996 e foi um sucesso, alcançando o primeiro lugar em mais de 40 países. 

Prestes a lançar o CD de estreia, as Spice Girls lançam o segundo single, "Say You'll Be There" que rapidamente assumiu o topo das paradas em diversos países do mundo, entrando no Guinnes Book como a música mais vendida na primeira semana (350 mil cópias). Finalmente em novembro de 96 é lançado o primeiro álbum das cantoras britânicas e foi aclamado pela crítica, vendendo mais de 36 milhões de cópias pelo mundo, tornando-se um dos 10 álbuns mais vendidos no década de 90.

O sucesso das cinco foi assustador e em 1997 lançaram o segundo álbum, intitulado Spiceworld, o primeiro single foi "Spice Up Your Life" foi atrasado devido a morte da Princesa Diana e o grupo optou por esperar um pouco para lançarem o single, e quando lançado, ocupou o primeiro lugar nas paradas britânicas. No total, o disco vendeu 24 milhões de cópias e aventuraram-se nas telonas com a bomba o filme "Spice World - The Movie", o orçamento do filme foi de 25 milhões de dólares e lucrou 120 milhões. A partir daí, surgiram vários boatos de que a grupo se desentendia, o que levou a demissão do empresário Simon Fuller. A crise se agravou ainda mais em 1998, quando Geri anunciou a saída das Spice Girls para se lançar em carreira solo. 

Com uma Spice a menos, o quarteto fez a primeira performance sem Geri no especial de Luciano Pavarotti e assumiram que o grupo continuaria com a formação original. No entanto, cada integrante começou a fazer algumas colaborações com outros artistas e inclusive obtiveram sucesso, inclusive Mel B que sempre foi ofuscada pelas demais integrantes, mas que conseguiu o primeiro lugar no Reino Unido em uma parceria com a rapper Missy Elliot em "I Want You Back".

Apesar de todos os rumores de que o grupo acabaria, o quarteto lançou em 2000 o terceiro e último álbum de inéditas, Forever, o qual vendeu 10 milhões de cópias ao redor do mundo. O primeiro single foi "Holler", e mais uma vez assumiu o topo do Reino Unido e diversos países, após o encerramento da divulgação do álbum, cada uma optou pela carreira solo, até mesmo a Victoria, que hoje torce o nariz para pegar no microfone.  

De mãos dadas, as Spice Girls reúnem-se novamente em 2007 e anunciam o retorno do grupo com músicas inéditas e uma turnê mundial. O mundo falava apenas do quinteto que finalmente havia retornado. Em 5 de novembro de 2007 a música inédita "Headlines (Friendship Never Ends)" é lançada como single da segunda coletânea do grupo, alcançando a décima posição no Reino Unido e primeiro lugar na Austrália. 

Obviamente que nós esperamos pelo quarto álbum de inéditas do grupo, e apesar de toda a insistência dos fãs, tivermos que nos contentar com uma performance no encerramento dos Jogos Olímpicos realizados em Londres no último ano, com direito à má vontade explícita de Victória Beckham em reunir o quinteto novamente. Após a performance não tão entusiasmada, é anunciado o musical inspirado na carreira do grupo e apesar de toda a expectativa, as vendas foram um fracasso e o número de espectadores foi bem abaixo do estimado. Nos resta saber, será que desta vez o grupo realmente acabou ou ainda há uma luz no fim do túnel? 








22 maio 2013

Girl Power!!! Corra pra escutar "Strong Enough", música inédita das Spices Girls!

Por em 22.5.13

Para quem viveu sua adolescência nos anos 90 sabe o quanto as Spice Girls foram importantes para o cenário pop. Depois da fodástica apresentação no final das Olimpíadas passadas, acendeu literalmente a chama de um possível retorno que já foi desmentido por todas elas.

Mas quem pensa que nada de novo pode ser visto delas está enganado! Vazou hoje na internet uma música demo das meninas. Acredita-se que "Strong Enough" foi tirada de uma fita cassete vendida em leilão da integrante Mel B.

A música não tem nada de espetacular, mas não dá pra negar que escutando-a você é transportado novamente para a decada de 90. Escuta aí!

14 novembro 2012

Melanie C lança clipe para a regravação de "I Know Him So Well" com participação de Emma Burton, que está em seu novo álbum!

Por em 14.11.12

Ano passado Mel C lançou o flopado álbum The Sea e, para ele, do ano passado para esse, vários singles e clipes também flopados.

Mas, inabalada, já tem um novo álbum, o Stages, e, depois do reencontro com as ex-Spice Girls no encerramento das olimpíadas desse ano, chamou uma das ex-integrantes para gravar uma faixa para o novo álbum. Com Emma Bunton, Mel regravou a faixa "I Know Him So Well" e, recentemente, lançou um clipe para a faixa com a amiga.

Simplório, o vídeo da música que mostra o quanto ainda cantam incrivelmente bem as duas cantoras (Emma, inclusive, como uma princesa Disney, rs) dão um ar fantástico e tocante infantil a faixa que lembra uma adaptação para algum episódio de Glee.


13 janeiro 2012

Hoje é dia de medo, bebê! Selecionamos 04 clipes para você curtir!

Por em 13.1.12
Sexta-feira 13. Dentre outros tantos motivos, a data é declarada como Dia do Azar por ter sido exatamente em uma sexta-feira 13, mais especificamente em outubro de 1307, que os Cavaleiros Templários foram torturados e mortos por ordem da Igreja Católica.

Essa não é a única versão para a definição deste dia, mas o fato é que hoje, motivados por esta data tão intrigante, reviramos o baú e separamos quatro clipes clássicos (digo, antigos) do pop internacional que tinham o terror/medo/susto/morte e todas as demais macabridades leves como motivação.

Spice Girls - Goodbye
O clipe que encabeça a lista é das velhas princesinhas europeias. A música foi lançada em (pasmem) 1998, após a saída de Geri, e eu acabo de me sentir 3.000 anos mais velha só em ter que dizer isso. O vídeo não tem nada de assustador, mas cantar ao lado de pessoas congeladas em um castelo à noite, ao lado de lobos não é exatamente o que chamamos de "situação comum", né?



5ive (Five) - Don't Wanna Let You Go
A música, lançada no ano de 2000, saiu do segundo álbum da falecida banda pop britânica. No vídeo, uma nerd forever alone manipula tudo que está ao redor dos garotos dentro de um (outro) castelo. Cabeça que canta dentro de uma geladeira? Nossa, que natural.



Backstreet Boys - Everybody
"O meu bode / Quando foge / Se sacode / No pagode". É, eu era fã (assumo) e tinha que aguentar esse tipo de paródia. Mas o single, que acabou virando um megaclássico, surgiu entre os anos de 1997 e 1998. Só eu que ataco nojinho dessa cara do AJ?




Michael Jackson - Thriller
Por mais clichê que seja, o Rei do Pop não podia simplesmente faltar nessa lista. O álbum que contém a faixa foi lançado em 1982 (não, eu não era nascida) e foi o mais vendido da história até 2006, sendo relançado dois anos depois.





WEEK TOP POST!

Todas as imagens publicadas nesse site são retiradas da internet. Caso você tenha direito sobre alguma delas e queira que essa seja devidamente creditada ou, até mesmo, excluída, entre em contato para pronta operação. Programação e Design por Roberto Júnior.