O QUÊ VOCÊ PROCURA?

EXAGERADAMENTE POP! http://www.qualagrandeideia.com/

Mostrando postagens com marcador Rye Rye. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Rye Rye. Mostrar todas as postagens

06 agosto 2016

Se você gosta de M.I.A., Charli XCX, Gwen Stefani, Rye Rye e DENA, vem conhecer o Cherryade e se apaixonar!

Por em 6.8.16

Ainda com produções musicais que deixam a desejar em aspectos técnicos, temos a considerar que a nova banda inglesa Cherryade tem talento, dois singles incríveis já lançados, disponíveis no Spotify, e ganhado cada vez mais espaço na internet e nos ouvidos dos amantes de novidades musicais por conseguir trazer em sua sonoridade um pop atrevido e nostálgico, que lembra produções dos anos 2007-2009 com uma pegada atual bastante peculiar, mas acima de tudo gostosa de se curtir.

Ainda sem muitos photoshoots e informações sobre os integrantes, a banda se esconde no momento atrás do single de estreia "Fractured Fairytales":



E, mais recentemente, do single "The Crown", que é descrito pela dupla como um grito de "não nos importamos mais com porr* nenhuma"! Sim, dá pra sentir toda essa revolta e desprendimento da faixa, que lembra produções do álbum Go!Pop!Bang! de Rye Rye, confere:


Não vemos a hora de ver essa nova aposta deslanchar! Vamos acompanhar e seguir a dupla no Spotify, né? E, afinal, por falar nisso, as duas faixas já lançadas pelo duo estão na nossa playlist de melhores faixas de 2016 que estamos sempre atualizando junto com as novidades que vão aparecendo no mundo da música, segue a gente lá!
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

25 junho 2013

Justin Bieber, Chris Brown e Rye Rye com Asher Roth: parceria mais quente de 2013!

Por em 25.6.13
Ok. A gente já esperava algumas músicas fodonas do Asher Roth para 2013. Mas nunca que imaginaríamos que o cara viria simplesmente para detonar com o nosso termômetro e sem dó nenhuma.

“Actin Up” de início já é divertida pra caramba. Sinto muito, mas essa música é uma daquelas parcerias que fará vocês engolirem  Chris Brown e o Justin Bieber por mais que isso agrida o senso crítico de escolha de musical de vocês. E como se não bastasse, o cara inseriu Rye Rye e deixou tudo o menos previsível possível e ainda assim, absurdamente digerível. Provavelmente alguém irá reclamar do tamanho da música, mas por mim, uns dois minutos á mais seriam bem vindos!

O novo disco de Asher Roth, The Greenhouse Effect, Vol. 2, serve exatamente pra você tirar o novo disco do Kanye West do player. Divertido e sem apelações conceituais complexas. Apenas desfrute o groove!

11 novembro 2012

Azealia Banks e o decepcionante clipe de "Atlantis"

Por em 11.11.12
Quem me conhece sabe que até um certo tempo atrás eu não ia muito com a cara e com a música da Azealia Banks. Talvez eu estivesse me levando pelas aparências, pois nunca tinha parado pra analisar o trabalho da moça. Eu simplesmente não curtia. Até que um certo dia baixei o EP 1991 para descobrir qual a graça que todos achavam na tal Azealia. Ok, curti todas as faixas do EP, com exceção da faixa título. Assisti os clipes e vi que eram bem produzidos, editados e fotografados. Passei para o próximo passo e baixei a tão elogiada mixtape Fantasea, e confesso que paguei muita língua quando me peguei ouvindo "Esta Noche" no repeat por alguns minutos. Coincidência ou não, também peguei um certo amor por "Atlantis", que ganhou seu videoclipe hoje, e...

Bom, por se tratar de chroma key, não acho válido comentar o aspecto estético do vídeo. Não que esse recurso não caia bem às vezes (vide "XXXO", da M.I.A), mas é bem arriscado utilizá-lo. O faixa é um rap sujinho e gostoso na medida, mas o clipe ficou a desejar por conta dos takes de aparência extremamente amadora. Tudo bem que essa é a intenção do CK, mas só funciona se você souber dosar, não acham? Achei muito tumblr flopado, me desculpem. Sem contar que é muuuito parecido com o "Boom Boom", da Rye Rye. Estou na espera de um bom vídeo para "Esta Noche". Quem sabe eu não passe a gostar de vez da nega?



Por outro lado, a moça lançou um clipe incrível para a faixa "Fierce", também da Fantasea, com o intuito de promover a nova coleção da ASOS, marca cuja qual ela e a lindinha Ellie Goulding são garotas-propaganda.



E você, qual videoclipe prefere?

23 junho 2012

M.I.A. chama Switch, Missy Elliot e Rye Rye para remix delicioso de "Bad Girls"!

Por em 23.6.12

Dia desses, conversando com o Victor aqui do blog sobre clipes e música (entre trancos e barracos), tocamos no nome de M.I.A., elogiando seu /\/\/\Y/\ e rock magia. Então percebi que a gata tinha sumido bunito depois do dedo médio do Superbowl - o que foi legal e não.

Mas, como a própria M.I.A. havia anunciado antes, um remix com Missy Elliot e Rye Rye (afilhada) vai ser lançado para o EP de remixes do single "Bad Girls" e, nossA, ainda não foi divulgado oficialmente, mas que diferença faz? É uma delícia o remix!



O remix para o Bad Girls: The Remixes foi feito pelo Switch.
www.qualagrandeideia.com

19 junho 2012

Rye Rye chama Colette Carr e Far East Movement pra dançar em seu novo clipe, "Dance"!

Por em 19.6.12

Minha música preferida do incrível (e destruído pela ordem final da tracklist - mais detalhes -) Go! Pop! Bang!, "Boom Boom", já ganhou seu clipe, então, é claro que tenho outra preferências, mas, daqui pra frente, o que Rye Rye decidir pra single, e ganhar clipe, tá aprovado por mim. 

"Dance", depois de "Hardcore Girls", "Sunshine" e "Boom Boom", foi a escolhida da vez, e no seu clipe a cantora apadrinhada por M.I.A. chamou amigos da Cherrytree Records pra fazer poses enquanto ela manda seu rap frenético. Colette Carr (pra que felicidade maior? <3) e Far East Movement são uns dos vários artistas que dançam ou som de Rye Rye no vídeo.

Ele mostra apenas a rapper reunindo os amigos e depois dançando e rimando com eles. Tem coreografia, bagunça, enfim, tá bem legal, até. Só falto a Neon Hitch.


www.qualgrandeideia.com

07 maio 2012

Um comentário rápido dos últimos leaks: Adam Lambert, B.o.B., Gaby Amarantos, Gossip, Karmin e Rye Rye!

Por em 7.5.12

Vou começar pelos que mais gostei e tenho ouvido e descer até os que menos gostei, me decepcionei, ou simplesmente não tenho nada contra, ou pra pra falar. Lembrando que não estou comparando os álbuns, apenas expondo meu ssentimentos em ordem decrescente. Vamos lá?

O novo álbum do B.o.B. é tudo. Com parceira de Nicki Minaj, Taylor Swift, Lil Wayne, Chris Brown, T.I., muitos outros e até Morgan Freeman (:0) o Strange Clous é uma mistura incrível do que os rappers transformaram o Hip Hop. Na mesma linha rap inteligente de Kanye West, B.o.B arrasa com baladinhas românticas, electro pop, pop e outros ritmos que pegam fácil industrialmente atualmente e incrimenta com seu rap saudável, facilmente digerível, muito contagiante e impactante nos momentos certos. Voraz com o trabalho, gente.

Se destacam "Bombs Away (feat. Morgan Freeman)", "Ray Bands", "Both Of Us (feat. Taylor Swift)", "Strange Clouds (feat. Lil Wayne)", "So Good", "Play For Keeps", "Out of My Mind (feat. Nicki Minaj)", "Never Let You Go (feat. Ryan Tedder)" e "Castles (feat. Trey Songz)".  6/15 faixas. O álbum já tem 2 clipes: "Strange Clouds", "So Good" e tá vindo mais um, pra música com a Taylor.



Brasileiro não, todo! Sabe o Brasil? Então, não tenho mais nada pra falar. Mas vou, rs O álbum de estreia da metida e linda da Gaby Amarantos tem conquistado as donas de casa com o single "Ex Mai Love" e agora os hipsters e pseudo descolados de todo o pais com o Treme.

Em versões mais povão e eletrônicas de ritmos tupiniquins, até de outros países e regravações de alguns sucessos do norte e nordeste nacional, Gaby vem com tudo em um dos trabalhos mais gostosos do ano onde destacam-se: "Xirley", "Ex Mai Love", "Ela Tá Beba Doida", "Merengue Latino", "Pimenta com Sal", "Gemendo", "Vem Me Amar", "Galera da Laje", "Ela  tá No Ar", "Eira" e "Faz o T". 11/14 faixas. 1 clipe lançado: "Xirley".



Pelejou, apelou e conseguiu! Adam tá de volta corrigindo todos os erros do álbum de estreia em um trabalho bem mais animado, industrial e menos morgado, monótono e chato. Chatíssimo. Mas ficou pra trás porque tá muito, gente, repetindo, muito delícia esse álbum novo do cantor.

Destaque para todas, menos para: "Broken English", "Underneath", "Outlaws of Love", "Take Back" e "Nirvana". 10/15 faixas são realmente boas em todos os aspectos. As outras não são ruins, mas também não fazem muita diferença.

O álbum já tem 1 clipe lançado. "Better Than I Know Myself". 



Pega o último álbum do Gossip, Men In Love, joga um pouco de tristeza, tira as faixas pop animadonas, contagiantes, que nos amamos e que fizeram a fama de hoje do grupo que você terá o que parece ser o um Men In Love sem o que há de bom. Isso não descarta de forma alguma a qualidade fantástica do A Joyful Noise. Que mostra o amadurecimento e a ousadia do grupo.

Só que... tá fechado demais, avulso demais e broxante pra quem esperava ousadia só que no mesmo compasso do 4º e melhor álbum do trio até agora. E nem vem. Todos realmente esperavam por um Men In Love 2.0. As faixas animadas e contagiantes ainda existem, mas em climões de produções dos anos 80/90 e tomadas pela atmosfera negra do álbum.

Destacam-se: "Melody Emergency", "Perfect World", "Get a Job", "Move In The Right Direction", "Into The Wild", "Get Lost", "Involved" e "Love in A Foreing Place". 8/11 faixas. 1 clipe lançado: "Perfect World".



Vazou, tá sabendo, né? Indiferente pra mim. Nem curto, nem "discurto". Nenhuma música me envolveu, mas também não achei nenhuma ruim, achei uma mistura a se pensar de Katy Perry plus Olly Murs plus Nicki Minaj.



Go! Pop! Bang!, que raiva de você! :( Sério, muito chateado por não curtir o álbum de estreia da apadrinhada por M.I.A., a minha conhecida desde a long time ago, Rye Rye.

Há muito tempo eu comento aqui no blog uma tal de uma pasta que vazou há também muito tempo e que me encantou na época. Logo depois eu descobri que se tratava de uma pasta com prováveis músicas do álbum de estreia de uma novata apoiada por M.I.A. E talvez esse tenha sido o motivo para eu ter me decepcionado tanto com o álbum e com Rye Rye.

O trabalho trás TODAS as músicas da pasta vazada há anos com o acrescimento 3 músicas e mudanças estupidas na ordem das faixas. O que me deixou mais triste foi ficar chateado por uma besteira tão grande e tão fatal. A ordem das faixas, antes perfeita, cagou tudo e ficou pior ainda com a entrada de "DNA (feat. Porcelain Black)" e um remix de "Never Will Be Mine".

"Shake Twist Drop (feat. Tyga)", a inédita que presta, é um ponto positivo. E... bem, todas as faixas, com exceção de "DNA" são incríveis. O que ficou ruim mesmo fui a disposição delas. E, outra coisa, eu estou avaliando a versão deluxe do álbum. Porque, creia, a standard consegue ser ainda pior com a seleção mais nada a ver para uma versão mais barata que eu já vi. 

Continuo amando as músicas. Mas dispenso essa versão final do "agregador" delas. Go! Pop! Bang! já tem 3 clipes lançados: "Sunshine", "Never Will Be Mine" e "Boom Boom".

22 março 2012

Detonado do jogo "Boom Boom" por Rye Rye, aprenda a finalizar o jogo da cantora em seu novo clipe!

Por em 22.3.12

Conheci Rye Rye e não demorou muito pra eu ficar apaixonado por ela. Aliás, demorou até eu achar uma pasta como nome Go! Pop! Bang! que possivelmente era o primeiro álbum da cantora. Bem, não era, mas nessa pasta tinham umas 15 músicas que estarão, ou não,  no primeiro álbum da moça, o Go! Pop! Bang!, previsto pra 15 de maio.

Mesmo não sendo oficial uma coisa era certa, todas as música da pasta que tenho são da Rye Rye e 2 delas já foram lançadas como single pela cantora,  "Never Will Be Mine" com a Robyn e "Sunshine" com a M.I.A., sua madrinha musical. "Hardcore Girls" e "New Thing" não são single, mas já ganharam clipes ótimos.

Rye Rye tem tudo para abalar em 2012, já fez parceria com o Far East Movement e tem muitos projetos bons a caminho, mas o mais importante, até para que tudo acontece, é que a guria tem identidade própria, carisma e tudo isso não chega nem perto de parecer com Nicki Minaj,  a qual a linda tá sendo estranhamente comparada. É aqui que eu me pergunto se a mente dos fãs, ou desocupados, podem ter tanta fertilidade pra dizer que o Boom Boom Boom de Rye Rye é imitação. Ai vai. As datas não batem e o clipe da música prova/diz tudo: se manquem.


Sei lá, agora que tem clipe que comparem com "Big Mouth", "Rude Boy" ou "Utopia & Dystopia", mas Nicki? Nem. A comparação não faz sentido. Cada uma é maravilhosa do seu jeito, Rye Rye já vem mostrando isso e implementa com a tosqueira que preparou para o 3º single do seu debut, "Boom Boom".

Nele a cantora se aventura por um mundo medonho que apresenta 3 fases como as do antigo nintendo. Cada uma delas é divida por "chefões" que pioram durante o progresso no jogo Boom Boom. As fases são expremidas em poucos segundos para que o game inteiro caiba no clipe. Foi esse o provavel motivo que colocou elementos uns em cimas dos outros, criou cenários estranhos e possibilitou um clipe tão divertido, rs

Como num jogo de verdade, Rye Rye troca de roupa, morre e volta por causa das vidas extras e começa a rir de alegria depois que destrói o ultimo e maior desafio do jogo, conquistando o fim do clipe um High Score que representa a carreira dela, quem sabe.


[Vi no Portal It Pop]

20 janeiro 2012

Far East Movement chama Rye Rye e ela chama a galera pra fazer a festa invasora ao som de "Jello"!

Por em 20.1.12

Far East Movement chamou Dev pra bombar ano passado, mas esse ano chamaram Rye Rye. O possível "Like a G6" de 2012, com participação da linda e apadrinhada por M.I.A., "Jello", é tão boa quando o hit dos cara do ano passado, mas o novo ainda usa os samples de "Booty Bounce" e sem muitos disfarces.

É quase certo que esse clichê vai bombar, quase certo que essa história passada do clipe vai parecer um roteiro de meses de elaboração para alguns e a certeza de que eles vão vir em 2013 com outra talentosuda da vez ainda buscando sucesso com base na descartada por Dev, essa certeza fica, sem dúvidas. As batidas desse sample meio que viraram a marca registrada dos caras, mas sei lá, eles podiam colocar a criatividade pra funcionar.

Quanto ao clipe, do qual brevemente comentei acima, esse é bem bacana. Os caras do grupo, com a ajuda de Rye Rye, chamam a "galerê" pra invadir uma festa da alta sociedade com ilustres presentes, entre eles Oprah, Obama, os quais são interpretados por sócias pessimos, e outros. A festa começa, todos os ricos fresco se entregam a dança dos invasores e o resto você já deve imaginar, se não quiser assistir fica a vontade, você não terá surpresas. "Jello" é o carro-chefe do novo álbum dos caras intulado Dirty Bass e o clipe dele você confere abaixo:



17 junho 2011

Rye Rye e Robyn - Never Will Be Mine

Por em 17.6.11

Rye Rye decidiu reviver uma música da vampirinha mais fofa do universo, a Robyn. Ao invés de partir para o lugar comum, no qual se faz um remix sem o cantor original, a rapper chamou a cantora e mais: gravou um clipe com ela para Never Will Be Mine, que veio da música Be Mine. Bom, né? Além de podermos nos deliciar com o excesso de cores das duas, ainda vemos mais uma produção bem editada. Que bonito, que beleza.

O mais legal, no entanto, é que a música original (beeem mais rápida) se transformou em uma melodia mais gostosa e mais conectada com a letra. Confira abaixo a versão original.

Robyn - Be Mine


A mudança, por outro lado, só é novidade por estar na boca da Robyn e da Rye Rye, e por ter uma parte de rap. Porque, na verdade, essa modificação no tempo da música já havia sido feita no cover - lindo e choroso - que a Ellie Goulding e o Erik Hassle fizeram há algum tempo. Nada oficial, já que a loirinha é mestre em fazer cover de tudo!

Ellie Goulding feat. Erik Hassle - Be Mine (cover)


Mas o bom mesmo é poder conferir essas duas lindas fazendo essa música linda, com esse clipe lindo, com essas roupas lindas, dancinhas lindas e tudo lindo.




11 março 2011

Sob as asas da M.I.A.: Rye Rye - Hardcore Girls

Por em 11.3.11

Se você conhece ou já ouviu falar na Rye Rye, é óbvio que sabe que é impossível não associar ela à M.I.A. Por esse motivo, se você já conhece todo esse blá blá blá que eu vou contar, pode pular direto para o vídeo abaixo chamado Hardcore Girls, novo clipe da cantora. Se você não conhece, #ficavaiterbolo.

Então, né? Rye Rye é uma rapper norte-americana, de 20 anos, que faz parte do selo N.E.E.T. Recordings, da M.I.A. (aí que eu morro com tanta sigla). Este é o primeiro motivo de não se poder falar em uma sem falar da outra. O segundo motivo é que o primeiro single (Sunshine) do primeiro álbum da garota (Go! Pop! Bang!) é fruto da parceria das duas. Além disso, Rye Rye já gravou outros dois singles com a cantora - Bang e TicToc - e viajou com ela, na KALA Tour, em 2007. O terceiro, e mais importante, motivo é que elas têm o mesmo estilo que vai desde o som, até o abuso das cores. 

Tem como não amar um clipe gravado em um armarinho? E as minas-manos, gente? E a vovó atitude? #bandodelinda Só por essas coisas, esse vídeo já conquistou o meu amor. <3 #own


09 outubro 2010

Rye Rye feat. M.I.A. - Sunshine

Por em 9.10.10
Não sou nem um pouco a favor de patrocínio musical, digo, cantor famoso apoiando emergente, é injusto, é pobre, enfim... Rye Rye é a apoiada por M.I.A. e eu não vejo nada demais na cantora...


Rye Rye é tipo a cópia mais nova da M.I.A., na música, no estilo, em quase tudo e isso não é bom pra nenhuma das duas. A cantora Rye Rye já lançou 4 singles e 3 deles foram em parceria com M.IA., a cantora também vem abrindo os shows da turnê de M.I.A. e o seu primeiro single do seu novo álbum "Go!Pop!Bang!" é "Sunshine" que ganhou clipe a poucos dias:


O tema do clipe é simples. O clima afro, contagiante, feliz. E acabou, coloca a M.I.A. cantando e vai tudo dá certo, amém, xerém, aleluia. ¬¬ Acho chato quando quero criticar uma coisa e logo depois vem milhões de comentários (vixe! Milhões, hahaha), dizendo que eu só sei falar mal e que sou um merda e... Mas se eu coloco aqui é por que gosto e eu gostei da musica, mesmo vendo ela como uma versão sem Keyshia Cole de "Last Night". Gostei também dos "Sunshines" e do pessoal dançando funk sem funk!

Nota: Lâmpadas 

WEEK TOP POST!

Todas as imagens publicadas nesse site são retiradas da internet. Caso você tenha direito sobre alguma delas e queira que essa seja devidamente creditada ou, até mesmo, excluída, entre em contato para pronta operação. Programação e Design por Roberto Júnior.