O QUÊ VOCÊ PROCURA?

EXAGERADAMENTE POP! http://www.qualagrandeideia.com/

Mostrando postagens com marcador Orange is The New Black. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Orange is The New Black. Mostrar todas as postagens

21 junho 2016

QAGI? Review | Mais humana, a quarta temporada de Orange Is The New Black toca na ferida com assuntos polêmicos

Por em 21.6.16

Se você é assim como eu, fã de Orange Is The New Black, com muito tempo livre nas mãos e já terminou a quarta temporada, lançada na última sexta-feita (17), você está mais que convidado a ler essa review. Se você ainda não terminou a temporada ou sequer começou, sugiro que vá com cuidado. Tentarei manter o mínimo de spoilers possível, mas com certeza deixarei alguns escapar. Então, vamos lá!

Orange é um fenômeno desde que saiu, lá em 2013. A série conta a história de Piper Chapman, baseada na vida de Piper Kerman, uma mulher acusada de lavagem de dinheiro enquanto namorava Alex Vause, traficante de um cartel internacional. Durante a vida na prisão, Piper se envolve com as prisioneiras e suas histórias também são contadas. Em algum momento entre as temporadas, a gente percebe que se importa mais com as detentas do que com Piper.


A quarta temporada começa exatamente onde a terceira acabou: com um bando de novas detentas chegando e as conhecidas tomando seu merecido banho no lago ao lado da prisão. Piper acha que é a cacique de Litchfield e passa a metade da temporada tentando se impor e manter seu negócio de calcinhas, que deu uma escorregada por conta de Stella.

Ela encontra uma concorrência: Maria, das latinas. Antes, Maria era apenas uma ajudante da cozinha que tivera uma filha na prisão e sofria por não vê-la sempre. Agora? Maria comanda uma legião de novas latinas e quer monopolizar o negócio de Piper. Ela consegue e, não satisfeita, faz mais: começa a contrabandear drogas.

Falando em drogas, Nicky Nichols está de volta na segunda parte da temporada, clamando estar limpa depois de seu tempo na segurança máxima mas procurando que nem uma insana drogas dentro de Litchfield. O plot de Nicky é interessante e nos deu cenas maravilhosas dela com a sua "mãe" Red, mas já está batido. Nicky vem lutando contra o vício há tempos e seria bom ver uma quinta temporada com ela realmente limpa das drogas.

Alex Vause está vivíssima e realmente gostei da forma que Orange nos mostrou isso: simples e rápido, ao contrário de outras séries (*tosse* Orphan Black *tosse*). O guarda que tentou sufocá-la foi morto bem a tempo por Lolly, a mesma que Alex pensava ser uma espiã de Kubra. Na verdade, Lolly é sofre de esquizofrenia e acha que o mundo está conspirando contra ela. Muitas vezes ela ameça contar o que realmente aconteceu, mas todos a chamam de louca e até Lolly pensa que o que fez não foi real. Sua história é uma das mais tristes da temporada.

Uma das surpresas em Litchfield foi a transferência de Judy King para lá, causando delírios em Poussey. A famosa mestre-cuca faz de gato e sapato os trabalhadores da prisão e até um pouco das detentas. As cenas mais divertidas da temporada certamente foram as que Black Cindy tenta tirar uma foto de Judy para ganhar dinheiro e elas acabam acidentalmente se tornando um casal falso.

Algo que me irritou na temporada foi o grande destaque que Caputo ganhou, algo que já aconteceu na terceira temporada após a saída de Larry. Caputo é um bom personagem que tenta fazer o melhor pela prisão, mas seu destaque é desgastado e irritante. Nenhuma pessoa que assiste a série precisa saber de sua vida amorosa com a insuportável Linda.

O fim triste de Healy me fez arrepender um pouco de tê-lo odiado durante quatro temporadas, mas não justifica sua misoginia interna e homofobia escrachada. Os roteiristas de Orange tentam bastante fazer de seus personagens homens sejam meio chatos, e eles sempre acertam. Talvez o homem menos chato que tenha na série seja o Luschek, afinal ele sabe o tanto que é chato.


A quarta temporada de Orange tratou de temas delicados, como o racismo reverso (que não existe, tá bom?), a transfobia e a brutalidade da polícia. Piper acidentalmente criou um grupo de extremistas brancas que querem por tudo acabar com as minorias da prisão.

Ver as detentas extremistas xingando as minorias, tratando-as como nada e sentindo orgulho de serem brancas me deixou com medo, pois sei que há gente muito pior que elas no mundo real, tão cegas pelo extremismo que matam e torturam e pensam que estão certos. Nós rimos de Orange porque entendemos que a supremacia branca é ridícula e retrógrada, mas quantos não pensam o contrário?

Sophia teve muito menos destaque nesta temporada que nas outras. Ainda presa na solitária por causa dos ataques transfóbicos que sofreu, ela faz de tudo para chamar a atenção de Caputo. A sua mulher não tem notícias de Sophia e implora para que o diretor de Litchfield faça alguma coisa. É de cortar o coração o que Sophia tem que passar, mesmo que no fim ela volte para a prisão.

Os novos guardas contratados para Litchfield são ex-militares e sua brutalidade é vista por toda a temporada. O capitão da guarda, Piscatella, é o pior deles. Autoritário, misógino e agressivo, ele é um perigo para todas as detentas por não pensar nelas como seres humanos, mas algo inferior, que só estão ali para cumprir sua pena e nada mais. É revoltante ver os seus subordinados maltratando as detentas (há um que abusa física e psicologicamente de Maritza que, na minha opinião, é o pior de todos). No final, o despreparo da guarda de Litchfield causa revolta e ódio.

Orange Is The New Black trouxe a sua temporada mais obscura e cruel. Com histórias que te deixam incomodado pelo tanto que se semelha à realidade e atuações dignas de um Emmy para cada atriz, a série enfia com gosto o dedo na ferida em assuntos pertinentes. O humor continua lá, se fazendo presente em cada cena que você deveria estar preocupado pelo seu conteúdo real.

O fim trágico e cheio de adrenalina da temporada deve mudar tudo que conhecemos sobre Orange. As reais consequências dos atos brutais dos guardas só devem vir na quinta temporada. O início do novo romance entre Alex e Piper pode se complicar no próximo ano. Só nos resta agora rever as temporadas mais antigas e contar os dias para junho de 2017, quando a Netflix deve lançar o quinto ano da série. Ah, e também prometer não assistir os 13 episódios em um só fim de semana.
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

16 junho 2016

SAIU A PROMO DE OITNB COM A INÊS BRASIL! NETFLIX, VOCÊ TÁ FAZENDO UM JOGO COM A GENTE?

Por em 16.6.16


Ontem a tarde, a Netflix havia liberado na página oficial de Orange is The New Black no Facebook uma prévia do vídeo promocional que seria estrelado pela atual dona da internet, Inês Brasil. Você pode conferir a prévia clicando aqui.

Agora, faltando apenas algumas horas para que a quarta temporada da séria seja disponibilizada para streaming, o vídeo finalmente foi liberado, e Inês invade Litchfield pra fazer um jogo, mas um jogo do amor com a Piper (ou Paipes de verdade).


Já podemos declarar todo nosso amor pela Netflix? Que vídeo maravilhoso!

Concordamos com a Inês, um ano é tempo demais pra ficarmos sem OITNB, podiam lançar umas 50 temporadas de uma vez! Mas, como diz o ditado, vamo assistir gostosinho a quarta temporada que sai a meia noite!
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

11 junho 2016

Veja quais são as 5 produções que maratonistas preferem assistir na NetFlix!

Por em 11.6.16


Mais um final de semana e se você não vai badalar cazamizades por quê não tá afim ou preferiu ficar em casa mesmo praticando o "deboísmo" e talvez vá preferir passar o tempo assistindo algo, né?!

Então, mais de 100 séries em cerca de 190 países foram analizadas por analistas de tráfego do canal online Netflix. E depois de muitos dados, 5 séries de ação, tiro, porrada e bomba se sobresaíram como as que os clientes mais gostam de maratonar quando estão de bobeira. 

E nós fizemos um TOP 5 das preferidas da galera. Confere:


1. Começando por The Killing que conta a história de uma série de assassinatos investigados pelos detetives Sarah Linden e Stephen Holder e se encontra atualmente em sua 4ª temporada.
"Situada em Seattle, Washington, a série segue a investigação sobre o assassinato da adolescente Rosie Larsen, com cada episódio, cobrindo aproximadamente 1 dia. A primeira temporada cobre as duas primeiras semanas da investigação e tem três histórias principais: a investigação policial sobre o assassinato de Rosie, as tentativas de sua família de lidar com a dor da perda de Rosie e uma campanha política que se torna envolvida no caso."





2. Zumbis dominam o mundo dos vivos, e os sobreviventes unem forças para manter viva a raça humana em The Walkig Dead.




3. Oito desconhecidos de países e culturas diferentes descobrem estar mental e emocionalmente ligados em Sense8, que teve cenas de sua segunda temporada, prevista para agosto, na aprada gay de São Paulo.






4. Acompanha o cotidiano de uma prisão feminina federal dos EUA e, lá dentro, o relacionamento entre a protagonista Piper Chapman e sua ex-namorada Alex Vause em Orange is The New Black, que terá sua 4ª temproada lnada dia 17 desse mês!






5. Não menos impactante, a quinta das 5 campeães é Prison Break, aonde o engenheiro Michael Scofield vê seu irmão sendo condenado por um crime que não cometeu e arma um plano para tirá-lo da  cadeia. A série tem 4 temporadas disponíveis na NetFlix!


Já conhecia todas? Se instigou em começar alguma?! Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

WEEK TOP POST!

Todas as imagens publicadas nesse site são retiradas da internet. Caso você tenha direito sobre alguma delas e queira que essa seja devidamente creditada ou, até mesmo, excluída, entre em contato para pronta operação. Programação e Design por Roberto Júnior.