O QUÊ VOCÊ PROCURA?

EXAGERADAMENTE POP! http://www.qualagrandeideia.com/

Mostrando postagens com marcador Kesha. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Kesha. Mostrar todas as postagens

26 agosto 2017

QAGI? Review: "Rainbow", de Kesha, é um rito revigorante de libertação!

Por em 26.8.17

Cantando sobre seu próprios demônios, inseguranças e como dar a volta por cima, se emponderando, aprendendo consigo mesma, sobre como nós (apenas nós) somos sabemos quem somos e até onde podemos ir, Kesha, sutilmente, colocou todas as cartas mesa e, majestosamente, nos entregou um dos melhores disco de 2017 - sim, o dos melhor de sua carreira.


"You brought the flames and you put me through hell
I had to learn how to fight for myself
And we both know all the truth I could tell
I'll just say this is I wish you farewell"

Coeso, Rainbow, terceiro álbum da cantora Kesha é um um hinário sobre perdão, auto-confiança e, sobretudo, libertação. Com pegada, em sua maior parte, country e rock, a veia pop da cantora ainda está entranhada em música como "Let 'Em Talk", que lembra bastante faixas como "Party At Rich's Dude House", aquele vibrante e energético grunge pop do seu primeiro disco Animal (2010).

"Bastards" e a faixa acima comentada, abrem o disco deixando avidez no ouvinte ao que está por vir. "Bastards", a primeira, nos ensina sobre não dar ouvidos a comentários ácidos, que em nada acrescentam a nossa vida e em nada muda quem nós somos. Em seguida, nada melódica, como a primeira faixa do disco, "Let 'Em Talk" vem carregada de muita energia e é um básico, clássico e urgente "FODAM-SE TODOS VOCÊS, FALEM MAIS DE MIM" potencializado com a parceria ao grupo Eagles of Death Metal!

Então "Woman", segundo single do disco, chega, sem muitos rodeios, para mostra que Kesha está "cada vez mais rica, poderosíssima" e emponderada. Um hino feminista, pretensioso e que deveria está na boca de todas mulheres e goela abaixo de todo hétero escroto.


Com material de sobra, depois de tudo que viveu em relação a Dr. Luke, seria impossível que a cantora não cantasse sobre isso e não deixasse que nós, quanto consumidores da mídia, relacionássemos muito do que é cantado no disco ao que ela viveu/tem vivido. Admirável, porém, é a forma como a cantora  trata isso como mais um dos problemas de mais uma pessoa no mundo e tem a empatia (pelos fãs e demais seres humanos em sofrimento) de perceber que todos nós vivemos adversidades  intrínsecas em nossas vidas.

Em "Hymn" ("hino", como o nome já branda), Kesha fala sobre como a vida pode ser difícil, mas que nunca devemos abaixar a cabeça. Musicalmente, a faixa se mostra em um timing certeiro a tendência de produzir sons calmos/amenos, como os que tem sido produzidos para a cantora Noah Cyrus.

O disco, segue de arrepiar com a tocante letra de "Praying", lead single do trabalho que trouxe Kesha de volta a música e prega sobre a admissão de que os problemas dos outros dizem respeito apenas a eles e que falam mais sobre eles do que sobre nós, quando esses chegam a nos atingir. Essa faixa é sobre esperar o melhor para o outro independente do que tenham nós feito e seguir focado em nossa atitudes, de cabeça erguida e disposto a evoluir sempre. Muito gospel, sim!


"Learn to Let Go", "Finding You" e "Rainbow" (digníssima faixa título do CD) são peças fundamentais e transitórias na composição do disco. Elas podem ser consideradas um resumo apurado de toda a produção, que traz consigo um bocado dos elementos e arranjos que estruturam, a partir delas, o que já se passou e o que está por vir no disco - a começar por "Hunt You Down", muito mais country e despretensão.


A essa altura do disco, a cantora começa a canta sobre amor, diversão, experiências novas e, com uma pegada propositalmente nonsense, não se levar nada a sério.

O grupo de rock Eagles of Death Metal está novamente deixando sua marca em "Boogie Feet" e essa faixa, junto a "Boots", vai tirar qualquer um da cadeira para dançar!

"I know you love me wearing nothing but your boots"

Trechos como esse mostram que nossa velha está Kesha não está mais que VIVA!


Eis que, a faixa mais country de todas entra em ação e é, em momento certeiro na contrução do álbum, pra louvar e se deixar levar. Aqui Kesha brilha e deixa brilhar o ícone country Dolly Parton.

"Godzilla" e "Spaceship" encerram o disco e compõe nossa parte preferida do trabalho. A primeira música personifica o monstro Godzilla para falar sobre aquele carinha por quem você se apaixonou, mas sabe que a sociedade (e muito menos sua mãe) vai aceitar muito bem. Descontraída, Kesha leva o monstrengo para passear e vive, encantada e muito apaixonada, as mais constrangedoras e inusitadas situações. Já a segunda, última faixa do disco, põe os pingos nos "i's" e contextualizada, define e coloca as peças do quebra-cabeça que forma o conceito do disco. Aqui, Kesha canta sobre ter a absoluta certeza de que irá para outro planeta, galáxia ou dimensão logo que morrer.  A faixa fala sobre a vida como apenas uma passagem, rápida, dolorosa e com momentos de alegria.

O trecho final da música, ditado, fala por si só:

"As I leave this earth and sail into the infinite cosmo of the universe, the wars, the triumphs, the beauty, and the bloodshed, the ocean of human endeavor, it all grows quiet, insignificant. I'm nothing more than recycled stardust and borrowed energy, born from a rock, spinning in the ether. I watch my life backwards and forwards and I feel free. Nothing is real, love is everything, and I know nothing".

"Enquanto eu deixo essa terra e velejo pelo cosmo infinito  do universo, as guerras, os triunfos, a beleza, e o derramamento de sangue, o oceano de esforços humanos, isso tudo cresce rápido, insignificante. Eu não sou nada mais do que poeira estrelar reciclada e energia emprestada, nascida das pedras, girando no éter. Eu assisto minha vida que passou e que está por vir e me sinto livre. Nada é real, o amor é tudo e eu não sei nada."

A sonoplastia final sinaliza que Kesha está sendo abduzida e isso pode ser assustador, mas representa, nada mais, que libertação - e nós esperamos, de verdade, que a cantora esteja vivendo esse sentimento.



Curta e Siga o Qual a Grande Ideia? nas redes sociais para mais do nosso conteúdo: Facebook, Twitter, Instagram, Spotify!
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

19 maio 2016

Em 2010, entre Colírios da Capricho e bandas coloridas, a gente teve as melhores músicas da história do pop!

Por em 19.5.16


2010 ainda parece que foi ontem, né? Bandas coloridas em seu ápice, álbuns conceituais eram coisa de artista desconhecido, e todo mundo no colégio comentava sobre os Colírios da revista Capricho. Quando a gente olha para o passado, parece até ridículo, mas era tão divertido que a gente ignora.

O ano de 2010 marcou para muita gente e a grande causa disso foi suas músicas chiclete. Quem nunca cantou Baby, do Justin Bieber, ou Waka Waka, da Shakira? Essas músicas até hoje estão marcadas no imaginário da cultura pop e a gente vai levar você para uma viagem no tempo com esses hits maravilhosos que fizeram de 2010 o melhor ano para a música pop na história.

TiK ToK

Tudo bem, vamos começar com uma trapaça. TiK ToK foi lançada em 2009, saída da parceria traumática entre Kesha e Dr. Luke. A canção foi bem avaliada na mídia especializada e hoje é a terceira colocada no rank de singles mais baixados legalmente no mundo, com mais de 14 milhões de cópias vendidas. Em 2010, a cantora não parou mais e figurou nas paradas com Your Love Is My Drug, Take It Off , We R Who We R Blah Blah Blah, em parceria com 3OH!3.



Bad Romance

A gente nem precisa apresentar o hino, não é? Lady Gaga estava em seu auge em 2010 e emplacou hit atrás de hit, entre eles Bad Romance. O single ficou semanas em todas as paradas musicais e foi a segunda música mais vendida do ano, com 9.7 milhões de cópias, perdendo apenas para TiK ToK, da Kesha.



Love The Way You Lie

Seis anos se passaram e a gente só sabe cantar a parte da Rihanna... Mas isso não tira o sucesso tremendo que a canção fez durante o segundo semestre de 2010. Love The Way You Lie ficou em primeiro lugar na Billboard Hot 100 e Rihanna gravou a segunda parte da canção, que ficou no seu quinto álbum, também lançado em 2010, Loud.



Only Girl (In the World)

Vamos continuar falando de Rihanna? A cantora também emplacou hit atrás de hit em 2010 e um dos mais conhecidos foi Only Girl. A batida da música é reconhecida de longe e a letra fácil ficou na cabeça de muita gente na época. A canção ainda levou o Grammy de Best Dance Recording na premiação de 2011.



Teenage Dream

Ninguém pode negar que a era Teenage Dream foi a mais incrível de Katy Perry. O álbum colocou cinco singles no topo da Billboard Hot 100, fazendo de Katy a primeira mulher em mais de 50 anos a realizar o ato. A canção ainda concorreu ao Grammy de 2011 por Melhor Performance Vocal Feminina, mas perdeu para Bad Romance. Neste álbum cheio de hits, dentre eles California Gurls, Firework e Last Friday Night (T.G.I.F.), a gente escolheu a canção que dá nome ao CD para representá-lo.



Imma Be Rocking That Body

Ah, Black Eyed Peas... como fazem falta, né? O quarteto mais famoso do planeta reinou nas paradas dos anos 2000 e resolveu encerrar temporariamente as suas atividades lá em 2011. Os dois últimos discos da banda tiveram sucessos como I Gotta Feeling, Boom Boom Pow e Just Can't Get Enough. O clipe que a gente traz é a junção de duas músicas do álbum The E.N.D., lançado em 2009. Imma Be e Rocking That Body viraram uma canção só em um clipe divertidíssimo. Ei, Will.I.Am, vamos voltar com a banda que o seu tom futurístico tá fazendo falta, viu?!



Empire State of Mind

Outro hit que lançou em 2009, mas continuou fazendo sucesso estrondoso em 2010. A canção é quase um ode à Nova York, onde Jay Z e Alicia Keys cantam sobre lugares e personagens famosos da cidade. Empire State of Mind ganhou dois Grammy na premiação de 2011, de Melhor Canção de Rap e Melhor Colaboração de Rap. Parece que não tem o clipe oficial da canção no YouTube (poxa, Tidal...), então fiquem com um lyric video!



Waka Waka

Antes do 7x1 se tornar um peso nas nossas vidas, a gente ainda torcia bastante pela seleção brasileira. Em 2010, não foi diferente: a Copa do Mundo na África nos deixou esperançosos para que Dunga e seu time levasse o Brasil para o sexto campeonato mundial. Não aconteceu, mas tivemos de lembranças uma enxurrada de canções sobre a Copa, a mais famosa delas certamente Waka Waka, da cantora Shakira. O videoclipe da canção no YouTube tem mais de um bilhão de acessos.



Baby

"And I was like, baby, baby, oh..." Se esse verso não te faz lembrar de 2010, nada mais fará. Bieber já era conhecido em 2009 pelas canções One Less Lonely Girl e One Time, mas foi com Baby no início de 2010 que o cantor explodiu no mundo todo. A letra chiclete fez todo mundo amar e odiar Bieber ao mesmo tempo. Além de Baby, o cantor ficou nas paradas com Eenie Meenie e Somebody to Love. A canção foi uma das mais vendidas em 2010 e o videoclipe tem mais de um bilhão de visualizações no YouTube.



Telephone

E para encerrar essa playlist nostálgica, a gente traz o melhor videoclipe de todos os tempos: Telephone, parceria entre Lady Gaga e Beyoncé. "Eh, eh, eh, eh stop telephoning me" ficou na cabeça de muita gente durante o ano de 2010. A canção vendeu mais de 7 milhões mundialmente e recebeu uma indicação ao Grammy. Até hoje, fãs das duas divas esperam uma continuação para o clipe, que não deve sair tão cedo...



2010 foi um ano incomparável para a música pop. Teve muita coisa boa que a gente não mencionou aqui que também figuraram nas paradas, mas também, como falar de um ano tão bom em tão pouco tempo? Escolhemos as melhores e esperamos trazer o melhor da nostalgia para todo mundo! Se vocês ainda não se cansaram de 2010, podem ouvir 100 músicas do ano em uma playlist do Spotify!

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

17 maio 2016

Dr. Luke não libera Kesha para se apresentar no Billboard Music Awards 2016

Por em 17.5.16

Recentemente os fãs da Kesha vibraram na internet com a informação de que ela se apresentaria no Billboard Music Awards deste ano, mas parece que o jogo virou e não a veremos no palco da Billboard no próximo domingo (22).

Hoje, o portal Entertainment Weekly, anunciou em seu site que a gravadora da Kesha, Kemosabe, que por sinal, é de de propriedade do (odiado) produtor Dr. Luke, não deu a devida aprovação para que ela participasse efetivamente do evento.

Veja na íntegra o que foi publicado pela Dick Clark Productions:

“Kesha aceitou o nosso convite de se apresentar no evento e recebeu uma aprovação por escrito da gravadora de Dr. Luke, Kemosabe Records. A Kemosabe então cancelou a aprovação depois de reportagens na mídia na quarta-feira, 11 de maio, sobre a aparição de Kesha no BBMA. Infelizmente, Kesha e a Kemosabe não conseguiram ainda chegar a um acordo sobre Kesha se apresentar. A Dick Clark Productions tem uma longa relação com Kesha. Nós esperamos que as duas partes envolvidas cheguem a um consenso para que nós possamos continuar essa longa relação com uma apresentação de Kesha no palco do Billboard Music Awards no dia 22 de maio”.

Não estamos nem um pouco satisfeitos com essa decisão. E no mais a única coisa que temos a dizer é #FreeKesha. 

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

13 maio 2016

Kesha fará impactante performance no Billboard Music Awards, segundo tabloide americano!

Por em 13.5.16
Kesha-performs-on-stage

O Billboard Music Awards desse ano parece reservar mesmo MUITAS surpresas para todos nós e, já com aguardada aparição de Britney Spears, performando grandes hits de sua carreira, Kesha será uma delas.

Segundo o tabloid americano TMZ, a cantora esta preparando grandiosa performance para a premiação desse ano! Eles ainda dizem que ela fara referências diretas a sua batalha legal em andamento com o Dr. Luke, que incluirão até mesmo reveladoras imagens!

Entretanto ainda não se sabe que música a cantora performará. As apostas miram em "Til It Happens To You", que foi cantada recentemente por Kesha em evento:



Em momento difícil de sua carreira, o retorno música de Kesha com "True Color", nova versão de música do Zedd, foi barrada em seu lançamento e distribuição por conta de direitos sob a cantora.

O Billboard Music Awards acontece dia 22 de Maio!
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

07 maio 2016

Jenny from the block tá de volta com "Ain't Your Mama"! E JÁ TEMOS POLÊMICA!

Por em 7.5.16

Nossa Jennifer Lopez voltou! Ontem pela manhã, ela lançou o clipe de seu novo single "Ain't your Mama", que havia sido apresentado ao vivo na final da última temporada de American Idol, programa do qual era jurada.

O clipe, traz para nós diferentes versões de J.Lo, reforçando o empoderamento feminino a cada cena, seja numa fábrica, num telejornal ou até mesmo em casa, deixando claro que as mulheres não precisam mimar homem nenhum, porque não são as mamas deles. #GirlPower


Esse ano, o empoderamento feminino tem sido muito debatido na indústria, temos exemplos lindos, como Beyoncé em diversos momentos no álbum "Lemonade" e até mesmo Meghan Trainor no single "No". Vale ressaltar, que Meghan foi co-escritora desta faixa, e de muitas outras do novo álbum da Jenny.

Tudo estaria certo, não fosse por um detalhe... A participação de Dr. Luke na produção da música, o que rendeu diversas críticas contra a cantora por conta de "Ain't your Mama", pois caso você esteja morando em outro planeta nos últimos tempos, e não saiba qual o motivo da treta, o produtor musical foi acusado de abusos físicos e psicológicos contra a cantora Kesha. #FreeKesha (Mesmo tendo perdido a audiência contra Dr. Luke, ainda esperamos um melhor resultado para a cantora)

Meghan fez questão de vir a público defendender J. Lo das críticas, alegando que a cantora não tinha conhecimento sobre a participação do produtor na gravação da demo original. Ainda assim, associar Dr. Luke a uma música sobre empoderamento feminino, independente do contexto, não pegou muito bem.
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

27 abril 2016

SURPRESA! Regravação de "True Colors", do Zedd, com a Ke$ha, já está entre nós!

Por em 27.4.16

Desde o início do ano temos acompanhado um longo e injusto processo que envolve nossa adorada Kesha, que é o seu processo para encerrar o contrato com a Sony Music e o produtor Dr. Luke. Mas até onde sabemos, ela infelizmente perdeu o processo.

Desde então, muitos artistas se solidarizaram com a situação da cantora e estão ajudando de alguma forma. Um deles, o DJ e produtor alemão Zedd (lindo e maravilhoso), se prontificou há alguns meses atrás para produzir novas músicas para Kesha.

A proposta era tão real que essa semana os dois finalmente entraram em estúdio para começar a gravar juntos. A cantora usou sua conta no Instagram para mostrar ao mundo que está mais viva que nunca na sua carreira.



Ela agradeceu ao DJ pela oportunidade numa legenda inundada de gratidão da seguinte maneira: “É um milagre quando alguém te dá a chance de encontrar sua voz novamente sem nenhuma outra razão, a não ser ele ser uma pessoa bonita para caralho com um coração de ouro”.

Pra quem não viu, semana passada, Kesha já estava em parceria com o Zedd no palco do festival Coachella para performarem juntos a música “True Colors”, que originalmente é interpretada pelo Tim James.


E agora ficamos todos na dúvida pra saber o que eles dois estão aprontando. Será que é uma regravação de "True Colors"? Será que vem tiro inédito por ai? Só nos resta esperar...

UPDATE (27/04): a música chegou mais cedo que o esperado e você já pode ouvir abaixo:


Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

03 abril 2016

POLÊMICA! Ke$ha diz que ofereceram sua liberdade em troca de um pedido de desculpas a Dr. Luke!

Por em 3.4.16

Mesmo depois de muito bafafa em torno da polêmica entre Ke$ha, Dr. Luke e a gravadora Sony Music, mais polêmicas se constroem em volta dos envolvidos.

Agora, Kesha veio a público, através de sua conta no Instagram, compartilhar, junto a uma selfie sua de cara limpa, que, em acusação, a gravadora ofereceu sua liberdade em troca dela aceitar desmentir o que havia dito sobre o produtor. Confere:



"Então. Me ofereceram minha liberdade se eu concordasse em mentir. Eu teria que pedir desculpas publicamente e dizer que nunca fui estuprada. É isso que acontece atrás de portas fechadas. Eu não vou desmentir a VERDADE. Eu prefiro deixar a verdade arruinar minha carreira do que mentir por um monstro outro vez", em tradução livre.
Sobre os desdobramentos do processo, na semana passada, Kesha entrou com um recurso contra a decisão da Suprema Corte de Nova York, que havia negado seu pedido de liberação do contrato com Dr. Luke e a Kemosabe Records, pertecente à Sony Music. Sobre a declaração feita hoje, que mostra o quanto corajosa a cantora tem sido, Dr. Luke e a gravadora ainda não emitiram declarações.

No mês passado a cantora recebeu o prêmio Human Rights Campaign's Visibility Award, por seu apoio a causa LGBTQ e fez um discurso emocionante aonde fala, entre vários assuntos, sobre o turbilhão pelo qual está passado. Confere:

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

26 fevereiro 2016

Fortalecem-se os rumores de Kesha se apresentar com Lady GaGa no Oscar!

Por em 26.2.16

Essa semana começou a circular um boato que a cantora Kesha faria uma participação na performance da cantora Lady GaGa no Oscar, que ocorre no próximo domingo (28). Tudo desencadeou a partir de um encontro que aconteceu com as cantoras no último dia 24. 

GaGa apresentará na cerimônia a canção "Til It Happens To You", na qual a letra fala sobre estupro. 
Enquanto a cantora Kesha passa por dilemas na justiça e acusa seu produtor, Dr. Luke, de abuso.


Os fãs se esforçam para não criar expectativas, pois as circunstâncias levariam a performance a ser uma ótima forma de protesto e apoio à cantora, mais que necessário no momento. Só que Kesha cancelou um show em Chicago que aconteceria no mesmo dia do Oscar, isso reforçou ainda mais os rumores da participação dela nos Prêmios da Academia.

Em comunicado, a assessoria da cantora declarou que Kesha estaria impossibilitada para se apresentar por motivos pessoais, além de terem ressaltado como ela ficou desapontada com o cancelamento.

Sendo a razão que for, o fato é que o cancelamento do show reforçou ainda mais os rumores.

Veja também: famosos que já foram assassinados na web!



Ainda sobre o caso da Kesha com o Dr. Luke, recentemente, finalmente, a Sony se posicionou sobre o caso, dizendo que apoia a Kesha, mas que não pode fazer nada:

"A Sony está fazendo tudo o que pode para apoiar a artista, nestas circunstâncias, mas somos legalmente incapazes de anular o contrato de Kesha com Dr. Luke.". disse o advogado da marca.
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

11 dezembro 2014

Listamos os 6 incríveis 'feats' da Rainha Nicki Minaj

Por em 11.12.14
Todos nós sabemos que Nicki Minaj adora um 'feat', pois foi assim que ela deu o ponta pé inicial na sua carreira. Mas com tantas parcerias, a gente acaba nem percebendo que ela já cantou com pessoas importantíssimas como Alicia Keys, Ciara, Jessie J, Ariana Grande, além de grandes divas da música pop, que nós vamos relembrar agora para vocês; confira! 

6 - Mariah Carey: Uma das primeiras colaborações de Minaj foi em 2010, ao lado da sua arqui-inimiga Mariah Carey. "Up Out My Face" que até então era uma simples canção no álbum Memoirs of an Imperfect Angel da Mariah, acabou sendo remixada e ganhando os vocais da rapper.


5 - Christina Aguilera: "Woohoo" lançada também em 2010, foi uma canção desperdiçada por Xtina, mesmo sendo uma das mais preferidas pelos fãs. Presente no álbum Bionic, a faixa foi bastante criticada pelo conteúdo explicito na letra, que acabou afetando seu desempenho nos charts.


4 - Rihanna: Em 2011, Nicki se juntou com Riri em "Fly". A canção que esteve presente no álbum de estreia da rapper, o aclamado Pink Friday, foi um das faixas mais marcantes de Minaj pois mostrou o lado sentimental, segundo os críticos. A colaboração deu tão certo, que ambas repetiram o feito no álbum Loud da Rihanna, na música "Raining Men".


3 - Britney Spears: Uma das músicas mais brilhantes de Britney é "Till the World Ends", presente no álbum Femme Fatale. Apesar de ter sido um sucesso, a canção ganhou um remix inusitado com Kesha e Minaj em 2011. O buzz foi tanto, que a versão remixada acabou entrando para o DVD Femme Falate Tour



2 - Beyoncé: A mais recente parceria de Nicki é com a Queen B, no remix de "Flawless". A colaboração que demorou tanto para acontecer, rendeu não apenas um remix, mas um faixa inédita no recente álbum de Minaj, o The Pinkprint.


1 - Madonna: Pois é, além de todas essas Divas, Nicki ainda colaborou com a Majestade do Pop. "Give Me All Your Luvin'" foi o carro-chefe do álbum MDNA, lançado em 2012. Além de Minaj, a canção ainda teve a polêmica M.I.A.. A colaboração mais que incrível, rendeu uma super performance com elas no intervalo do Super Bowl.
 

19 agosto 2014

Assista "My Song 5", novo clipe da banda HAIM!

Por em 19.8.14
As meninas da banda HAIM lançaram hoje o clipe de "My Song 5", canção em parceria com o rapper A$AP Ferg. Divertidíssimo, o vídeo é inspirado em programas de auditório dos anos 90 que retratam assuntos da vida real. A produção ainda conta com a comediante Vanessa Bayer, a cantora Kesha e o vocalista do Vampire Weekend, Ezra Koenig. Confira:

08 janeiro 2014

#Billboard: Parceirias dominam o Top 10 desta semana!

Por em 8.1.14
Na nova atualização da Hot 100 desta semana, "Timber", parceria entre Pitbull e Ke$ha, conseguiu desbancar "The Monster", parceria entre Eminem e Rihanna. Outra novidade é a entrada de Éguinha Pocotó  "Dark Horse", atual single de Katy Perry, no top 10. 

O single vendeu só essa semana mais de 200 Mil cópias, superando o então 2° single do PRISM, "Unconditionally". Outra surpresa foi a entrada de "Wrecking Ball" no Top 10.

Atualização completa do Top 10 da Hot 100 essa semana:

#1 Timber - Pitbull feat. Ke$ha
#2 Counting Stars - One Republic
#3 The Monster - Eminem feat. Rihanna
#4 Royals - Lorde
#5 Say Something - A Great Big World feat. Christina Aguilera
#6 Dark Horse - Katy Perry feat Juicy J
#7 Let Her Go - Passenger
#8 Wake Me Up - Avicii
#9 Wrecking Ball - Miley Cyrus
#10 Demons - Imagine Dragons

WEEK TOP POST!

Todas as imagens publicadas nesse site são retiradas da internet. Caso você tenha direito sobre alguma delas e queira que essa seja devidamente creditada ou, até mesmo, excluída, entre em contato para pronta operação. Programação e Design por Roberto Júnior.