O QUÊ VOCÊ PROCURA?

EXAGERADAMENTE POP! http://www.qualagrandeideia.com/

Mostrando postagens com marcador Christina Aguilera. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Christina Aguilera. Mostrar todas as postagens

21 outubro 2013

Feat R. Kelly, Lady Gaga não é ela mesma esta noite. Ela é a Aguilera!

Por em 21.10.13
Antes de qualquer coisa eu gostaria de parabenizar a moça pela excelente (e gratuita) estratégia de promover a música no Twitter usando as suas habituais polêmicas. Algo que não se pode negar é que Lady Gaga é realmente uma moça muito esperta. Não adianta os haters espernearem criando páginas de ódio no Facebook, quando vocês vão com o arroz do sushi, Gaga já tá voltando com um saquê envelhecido. Desistam. Mas bem que ela podia ter falado sobre a única polêmica da qual todo mundo quer saber: o possível boicote do Bionic. Mas disso ela sempre foge e ninguém sabe o motivo.

Quando Aguilera disse que Lotus era um disco para influenciar a nova geração de artistas eu não esperava que isso fosse acontecer tão cedo. Conforme combinado, Gaga liberou sua nova faixa “Do What u Want” em parceria com o excelente R. Kelly (antiguidade é posto, temos que respeitar) que tem nas costas colaborações incríveis com artistas como Celine Dion, por xemplo. Não sei se foi proposital ou se alguém andou ouvindo muito o disco com nome de flor citado acima, mas Gaga apresenta um vocal repaginado e sim, bastante evoluído, principalmente quando ela faz as firulas tradicionais da Aguilera. Para os ouvintes mais detalhistas como eu é possível se confundir em certas palavras da canção, principalmente quando ela fala o “barê” que a gente já saturou de ouvir a Aguilera dizendo na sua “Your barê”. Pra variar, o tema da música é quase o mesmo (risos).

Antes que alguém venha dizer que adoramos criar polêmicas em cima da mother monster, quero frisar que eu não fui a única a constatar tal semelhança. Isso já vem da gringa e tá rolando por aí em portais como o Examiner, por exemplo. Cliquem aqui e divirtam-se.


17 outubro 2013

Quentin Tarantino quer Christina Aguilera no seu novo filme e muito mais... rs!

Por em 17.10.13
O diretor deu uma declaração ao tabloide National Enquirer dizendo que acha que Aguilera está mais sexy do que nunca no seu retorno ao programada da NBC The Voice.

Ainda de acordo com o tabloide, Quentin estaria sondando Aguilera para um papel no seu novo filme e os dois estariam fazendo uma intensa troca de e-mails sobre roteiro e até letras de música. O diretor parece ter ficado impressionado com o desempenho de Aguilera nas telonas no longa Burlesque de 2011.

No entanto, algumas fontes dizem que Christina tem tentado fugir um pouco das garras de Tarantino que além de um projeto com a cantora, teria também algumas intenções não muito puras. Falso ou não, o boato é bem interessante. É só “googlar” pra ver! Lembrando que o povo aumenta, mas não inventa (risos).


04 outubro 2013

Christina Aguilera se emociona ao receber prêmio por sua luta mundial contra a fome!

Por em 4.10.13
Christina Aguilera tem um grande defeito chamado honestidade. E a sociedade não sabe nem nunca soube lidar com isso. Desde a era das cruzadas quando a igreja católica obrigava milhares de mulheres a assumirem atos pagãos pelos quais não eram responsáveis ou décadas de incentivo para que as pessoas reprimam a sua sexualidade. Sempre foi assim.

Se ela está num dia bom, você vai saber. Se ela está num dia mal, você vai saber também. Da mesma forma se ela gosta ou não de algo, você irá saber, doa a quem doer. E é exatamente por isso que quando os seus olhos se inundaram de lágrimas ao dizer que mesmo tendo recebido inúmeros Grammys, foi esse prêmio (que por sinal não é disputado por nenhuma fã base de cantora pop) que a fez feliz por ser reconhecida por algo que ela realmente julga ser importante eu acreditei veemente.

É inaceitável para a maioria das pessoas o fato de que ela não está se importando com vendas, charts e etc. As pessoas estão tão ligadas em status que quando se deparam com uma opinião convergente interpretam como arrogância ou sentimento de superioridade. Eu só digo uma coisa: enquanto muitos seguem discursando sobre os recentes fracassos comerciais da cantora, ela está simplesmente se tornando uma pessoa melhor. Bem, cada tem um foco na sua vida.


Access Hollywood - Christina Aguilera na Ruando para o World Food Program (Legendado) por christinaaguilerabr no Videolog.tv.

26 setembro 2013

Confira prévia de música da Aguilera para The Hunger Games e a tracklist completa!

Por em 26.9.13
Liberada via site da revista Rolling Stone, a prévia de “We Remain conta com generosos 1:29 da música original para apreciação dos fãs da cantora e da saga. De certa forma lembra um pouco a canção “Almost Home” da cantora Mariah Carey para uma produção da Disney desse ano, embora conte com arranjos infinitamente superiores, sem falar no clima épico que os belíssimos corais atribuem à faixa.

Aguilera pegou a todos de surpresa durante a noite de ontem quando publicou na sua página oficial que faria parte da soundtrack de um dos filmes mais aguardados do ano. Outros artistas também figuram na trilha sonora da produção. Confira a tracklist completa:

1. Atlas – Coldplay
2. Silhouettes – Of Monsters and Men
3. Elastic Heart – Sia (ft. The Weeknd & Diplo)
4. Lean – The Nation

5. We Remain – Christina Aguilera
6. Devil May Cry – The Weeknd
7. Who We Are – Imagine Dragons
8. Everybody Wants To Rule The World – Lorde
9. Gale Song – The Lumineers
10. Mirrors – Ellie Goulding
11. Capital Letter – Patti Smith
12. Shooting Arrows At The Sky – Santigold
13. Place For Us – Mikky Ekko
14. Lights – Phantogram
15. Angel On Fire – Antony & The Johnsons

25 setembro 2013

21 setembro 2013

Aguilera será homenageada em premiação por ex-presidente americano!

Por em 21.9.13
A cantora que realiza um excelente e discreto trabalho na luta mundial contra a fome vem recebendo reconhecimento especializado por suas ações nos últimos anos. Em 2012 Christina recebeu o “Troféu George McGovern Leadership Awarddas mãos da secretária de estado Hillary Clinton durante uma cerimônia fechada na casa branca.

Esse ano Christina Aguilera será homenageada com o “Troféu Agente Humanitária do Ano” na primeira edição da premiação Muhammad Ali Humanitarian Awards, que será apresentada pelo ex-presidente Jimmy Carter que por sinal também será homenageado no evento.

Aguilera que já expressou diversas vezes o que a motiva a realizar esse trabalho, já deixou claro também em entrevista a Oprah Winfrey no ano de 2010, que não busca absolutamente nenhum tipo de holofote ou publicidade em cima dos seus projetos sociais. Boa parte da presença da artista na causa passou despercebida pela mídia e público durante algum tempo.

16 setembro 2013

12 setembro 2013

Lady Gaga se justifica em relação as polêmicas com Christina Aguilera!

Por em 12.9.13
Em entrevista para o Watch Wath Happens live, a cantora americana de memória aparentemente bem curta falou sobre diversos assuntos e entre eles, a polêmica com Christina Aguilera que começou em 2008:

"Sou uma grande fã de Christina Aguilera e desde o inicio da minha carreira aconteceu toda essa polemica sobre nós duas e eu sempre senti que era muito injusto para ela. Tudo o que eu sei é que as pessoas falavam sobre Christina e Gaga ao mesmo tempo e eu não era ninguém... então acho que é muito injusto para qualquer mulher quando a mídia nos coloca uma contra a outra, especialmente no mundo da música. Christina é uma artista e cantora incrível e eu sinto muito por qualquer coisa que alguém já disse sobre minha existência e espero que ela nunca tenha se importado com nada disso, porque quando eu tinha 15 anos, eu estava cantando tentando alcançar suas notas, ela sempre foi uma inspiração para tentar ter um registro vocal superior... e eu acho que não faz sentido o que eles dizem".

Pra quem não se lembra, após as performances do VMA 2008 Christina Aguilera começou a ser acusada de roubar o “look” de Lady Gaga que basicamente se consistia num franjão loiro que o Morumbi todo estava usando no momento. Obviamente, a cantora não se pronunciou na época como fez agora e colheu os louros das comparações chegando a dizer que se sentia grata por tudo isso, já que antes das comparações ela não era ninguém e agora estava no mapa.

Como a nossa memória não é assim tão curta, anexamos aqui um vídeo de uma entrevista que Gaga concedeu para o canal E! em que ela diz: 

“É estranho as pessoas dizerem que o look é o mesmo, porque esse é o MEU look. Isso é a MINHA vida”. 

E agora ela simplesmente diz que sempre sentiu que tudo foi muito injusto para com Aguilera. Vale deixar claro que Christina nunca apareceu vestida de carne ou com um laço de cabelo na cabeça. Então é muito complicado quando uma pessoa se sente no direito de apropriação de um corte de cabelo platinado com uma franja. Qualquer pessoa sensata vai conseguir compreender bem o que está escrito aqui. Não se trata de haterismo e nem preferências. São apenas fatos do passado e presente expostos num mesmo texto. Não subestime a nossa inteligência, Gaga. E muito menos a nossa memória.

07 setembro 2013

Christina Aguilera assume que já teve uma quedinha por Rihanna!

Por em 7.9.13
A cantora americana de 32 anos diz viver uma das melhores fases do seu corpo e estampa a capa da revista masculina MAXIM na edição de outubro após um período em que recebeu duras críticas sobre o sobrepeso do qual ela já se livrou.

Aguilera que sempre deixou algumas brechas quanto à sua possível bissexualidade, aparentemente nunca teve nenhum relacionamento homossexual. Mas não raramente ela solta algum comentário a respeito, chegando a dizer que o beijo entre garotas é mais macio. Em entrevista para a revista MAXIM, Christina parabeniza Rihanna pela ousadia e diz que já teve uma quedinha por ela!

Quando questionada sobre qual seria a repercussão do seu beijo em Madonna durante a performance do VMA de 2003 nos dias atuais, a cantora também falou sobre a canção “I Kissed a Girl”, hit que projetou a cantora Katy Perry.


29 agosto 2013

Lotus still alive! Christina Aguilera lança clipe para "Let There Be Love"!

Por em 29.8.13

Pra quem achou que o Lotus estava realmente morto, deve ter se surpreendido um pouquinho essa semana.

Depois de publicar uma enorme carta bíblia para os fãs em seu site oficial, a qual abriu totalmente seu coração e deixou o egoísmo e a secura aparente de lado, Christina Aguilera surpreendeu mais uma vez e acabou de divulgar o clipe para a faixa "Let There Be Love", presente em seu quinto álbum de estúdio, lançado ano passado e super injustiçado.

A música, que já atingiu o primeiro lugar na parada dance/club da billboard, é uma das queridinhas do disco e sempre foi a principal opção de single para os fãs. Depois da bagunça de não sabermos mais o que era single ou single promocional, Xtina resolveu chutar o pau da barraca e atendeu ao nosso pedido.

O clipe, simples, traz a mesma temática da performance do AMA do ano passado que nada mais é do que "deixe o amor acontecer e seja feliz". Depois de mostrar o carinho dos fãs pela música e uma pequena intro, novamente agradecendo os fãs pelo carinho e suporte à ela, vemos várias plaquinhas promovendo a felicidade e o perfeito convívio social com a igualdade enquanto todo mundo solta a franga com o batidão, principalmente seus dançarinos, e divulgam o cd do Latino.



"É fácil, com o tempo, ser sugado para o lado ”business” de tudo e é triste quando às vezes esquecemos o verdadeiro propósito e natureza do mesmo, para começar. A música de um artista realmente não pode ser definida pelos "gráficos", ou uma crítica, ou por ganhar prêmios. Portanto, não desanime ou desista se esse tipo de coisa não aconteça. Obter êxitos é bom e a recompensa material também, mas não é por isso que eu estou neste negócio".

Christina Aguilera libera uma longa e emocionada carta de amor para seus fãs!

Por em 29.8.13
Christina Aguilera é ótima com as palavras. Isso pode ser notado nas suas composições que demonstram a sua sinceridade e força. Na noite da última quarta-feira (28) a cantora postou em seu site oficial uma carta (longa) agradecendo aos fãs pelo suporte, amor, compreensão e também deixando o seu posicionamento claro sobre algumas coisas. As palavras realmente belas da cantora devem ser sido inspiradas devido às últimas notícias de revoltas e mutirões virtuais para trazer a tona o seu disco de 2010, Bionic.

“Eu queria compartilhar com vocês alguns pensamentos que me vêm à mente quando penso em vocês todos e o amor constante que eu sou abençoada por receber de vocês ao longo do tempo.”

Visivelmente emocionada e grata, Aguilera ressaltou a importância do autoconhecimento, autovalor e pediu aos fãs que maneirem na autocrítica. A cantora também expressou muito bem a forma como enxerga a sua música, que é vista por ela mesma como arte e não como produto. Dá-se daí a sua ausência de desespero para conseguir números como algumas de suas colegas de profissão. Disse também que nunca se sentiu obrigada a defender o próprio trabalho, já que os seus fãs fazem isso por ela.

Ainda que a carta tenha sido emocionante, acredito que boa parte dos fãs também esperava algum comunicado sobre a situação pendente do disco Lotus, sua gravadora, possibilidades de um novo single, vídeo e etc. Mas em se tratando de Aguilera que é sempre muito reservada e não se presta a discursinhos em redes sociais por qualquer motivo, tudo impressiona muito, inclusive, o carinho e amor que ela exala com tanta força por meios das suas palavras. Separamos alguns dos trechos mais bonitos. Confira:

"Minha voz, eu a aprecio como um presente que me permite ajudar os outros a encontrar as deles às vezes. Isso é recompensa suficiente para mim".

"É fácil, com o tempo, ser sugado para o lado ”business” de tudo e é triste quando às vezes esquecemos o verdadeiro propósito e natureza do mesmo, para começar. A música de um artista realmente não pode ser definida pelos "gráficos", ou uma crítica, ou por ganhar prêmios. Portanto, não desanime ou desista se esse tipo de coisa não aconteça. Obter êxitos é bom e a recompensa material também, mas não é por isso que eu estou neste negócio".

“Viva a vida em paz e desfrute do que você ama. Procure as coisas boas que fazem você feliz. Ouça as pessoas e músicas que fazem você sorrir. Que é o que te inspira a cantar, rir e dançar. Não sintonize o que não te acrescenta, e as pessoas negativas ao longo do caminho. Eles sempre vão estar lá. Essa energia negativa é um desperdício de tempo. A vida é muito curta para permitir que um segundo escape de ser apreciado. Cerque-se das pessoas que realmente importam pra você e aplique a sua energia nisso. Todos os dias, todos nós temos um propósito maior para viver e coisas boas para receber. É nossa responsabilidade para com nós mesmos... Para aqueles que se preocupam com a gente, para ficar aberto e manter a descobrir as novas aventuras que nos esperam. Eu amo todos vocês”.

Confira a carta na íntegra no site da cantora clicando aqui.



Confira: 10 discos que são um marco na cultura pop e que você não pode deixar de ouvir!

Por em 29.8.13
A música pop sobrevive de multifacetas. Grandes mudanças na imagem, revoluções sonoras, grandes retornos, envolvimento com temas sociais polêmicos e etc. Para compreender o que é pop, o que na maioria das vezes é julgado entre inútil e superficial, separamos dez discos (com muita dificuldade) que marcaram época, influenciaram artistas posteriores e causaram um forte impacto cultural. Embora a maioria das obras escolhidas tenham quebrado recordes de venda, esse não foi o nosso critério primordial. Então, ainda que o seu artista favorito tenha dezenas de hits, mas seja carente nos aspectos considerados, ele não irá figurar na nossa lista. O que não significa que ele seja ruim. Há apenas o fator tempo que divide os artistas do pop entre influentes e influenciados, sendo que a geração atual de cantoras e cantoras dentro de uma ou duas décadas estará influenciando uma nova gama de artistas novatos. Os discos não foram listados em ordem de relevância e sim aleatória. Acha que está faltando alguma grande obra aqui? Sugira nos comentários! 

Madonna – Like A Prayer: Em tempos de ARTPOP é bom lembrar que o consagrado disco de Madonna de 1989 foi ovacionado pela crítica tendo sido considerado o momento em que o pop chegou mais perto da arte. Suas canções refletem a opinião contestadora de Madonna em relação ao cristianismo e a sexualidade feminina. A influência do disco pode ser vista claramente ainda hoje nas estrelas emergentes do pop.

Britney Spears – Baby One More Time: Ainda que o disco Blackout claramente seja a sua obra prima, o estrondoso sucesso do seu primeiro disco serviu para consolidar o teen pop que após as boybands dava os seus primeiros passos com artistas em carreira solo. Serviria também para esculpir a imagem de boa moça da qual Britney Spears se serviria durante os próximos anos e posteriormente quebraria em 2003 com o disco In The Zone

Cher – Believe: Em 1998, Cher revolucionou a indústria da música com seu álbum Believe. Ela e Mark Taylor, produtor do disco, inovaram ao utilizar o vocoder (popularmente conhecido como auto-tune), ferramenta que modifica os vocais de uma música e que desde então passou a ser usada com frequência por diversos artistas. A faixa título, “Believe”, foi sucesso em todo o mundo e popularizou não só o vocoder que é conhecido até hoje como “Efeito Cher”, como também a dance music na sua forma mais pura entre outras artistas da música pop. O disco marca também um dos maiores (senão o maior) retorno de uma cantora aos topos das paradas de sucesso com direito a recordes.

Janet Jackson – Rythm Nation: O sucessor de Control, disco de Janet que versava sobre independência, Rythm Nation, foi todo pautado num tema sério e complicado; injustiça social. O disco foi um mega sucesso e sete dos seus oito singles alcançaram o topo 5 da Billboard. A dança de Janet também se tornava um marco assim como a do seu irmão, chegando a influenciar diversos artistas ao longo do tempo, como Justin Bieber  e Jennifer Lopez.

Justin Bieber – My World: Responsável por revigorar o espírito teen que havia perdido o fôlego durante os últimos anos da década de 2000, Justin Bieber é incontestavelmente um dos maiores artistas pop desse século. Sua relação com o público e a sua influência sobre uma legião de fãs fez com que o conceito de ídolo teen fosse revigorado pela industria fonográfica possibilitando novamente o investimento de grandes selos em boybands e outros artistas adolescentes. O feito de Bieber pode ser comparado com o de Britney Spears com o seu debut.

Kylie Minogue – Fever: Kylie foi durante anos um exemplo nítido de que existe música pop e boa além das fronteiras norte americanas. Uma das maiores artistas de todos os tempos, após revisitar a disco music com o seu disco anterior, Light Years, a cantora australiana concebeu um dos melhores discos dance de todos os tempos. A faixa “Can’t Get You Out of My Head” conquistou o topo das paradas de dezenas de países e contribuiu para a consolidação final da música eletrônica que até então ainda fazia a sua transição dos clubes para as rádios.

Cyndi Lauper – She’s So Unusual: Cindy é dona de um dos primeiros hinos feministas da música pop, o smash hit clássico “Girs Just Want To Have Fun”. Além da sua imagem agressiva e colorida que influenciou fortemente os jovens da época e contribuiu para a popularização do punk, Cindy também trouxe para a música pop algo do qual ela era extremamente carente, um grande vocal. O disco foi um sucesso absoluto e até mesmo o single “All Trough The Night” que não contou sequer com um vídeo clipe atingiu o top 5 da Billboard.


Spice Girls – Spice: A banda feminina mais bem sucedida de todos os tempos, ainda hoje gera expectativas numa legião de fãs com a possibilidade de um retorno. O disco Spice que pode ser considerado o melhor marco sonoro da música pop dos anos noventa, tornou as garotas inglesas num fenômeno mundial fazendo com que os números de venda nos Estados Unidos superassem o da terra natal das garotas. Amadas por diversas gerações de uma só vez, as Spicer Girls foram febre entre crianças, adolescentes e até mesmo entre adultos e chegou à ser comparada com bandas como Oasis.

Christina Aguilera – Stripped: Nunca houve uma quebra tão drástica de imagem na história da música pop. De ídolo teen, Aguilera passou a explorar uma imagem considerada conturbada e polêmica com 11 piercings espalhados pelo corpo, roupas minúsculas, opiniões controversas e frequentemente expressadas sem medo algum. O primeiro single “Dirrty” chegou a ser proibido na MTV durante certo período devido às reclamações por parte de pais e instituições familiares americanas. O disco traz letras absolutamente sinceras e expõe a intimidade da cantora em diversos temas como violência doméstica, sexo e inseguranças. A sonoridade também é um fator impressionante já que o disco traz uma artista eclética que se conecta com o soul, rock e hip hop numa só obra.

Michael Jackson – Thriller: assim como Madonna, a influência de Michael Jackson dá-se claramente sobre diversos temas sociais americanos da década de 80. O disco Thriller que versava principalmente sobre o preconceito racial influenciou a moda, a dança, televisão e principalmente a música na sua década de lançamento. É até hoje o disco mais vendido da história com mais de 100 milhões de cópias espalhadas pelo mundo. O impacto cultural desse disco ilustra claramente o significado que uma estrela pop pode ter para uma sociedade. Assim como Madonna, Michael será eternamente detentor do título de rei da música pop, já que o seu legado vai muito além de vendas, posições em charts e etc. É cultural e social.



27 agosto 2013

Críticas a performance de Miley Cyrus no VMA provam que a hipocrisia ainda reina entre nós!

Por em 27.8.13
Foi com muita tristeza que algumas horas após o VMA 2013 eu pude constatar que o conceito de sexy permitido no imaginário popular ainda é o da mulher subserviente ao desejo masculino no velho estilo Britney Spears no In The Zone e Beyoncé no Dangerously In Love. Infelizmente ainda é muito difícil para a sociedade (para o meu espanto até mesmo para muitos da comunidade LGBT) ver uma mulher sendo o centro de um palco e “usando” alguns caras como acessórios ao invés dela ser o acessório de uma sedução “vitimista” mandando beijinhos e fazendo caras de espanto ao protagonizar um movimento digamos que mais ousado.

Nisso eu vejo também que a noção errônea de “apropriação cultural” ainda existe e que essas pessoas todas amantes de música pop que se dizem tão livres ainda preferem marginalizar coisas simples como um Twerk. Eu digo marginalizar no sentido de que isso até é permitido desde que seja num baile funk, bem longe da nossa casa e do nosso bairro tradicional e muito menos ao vivo numa emissora popular para um país (e o mundo) todo ver.

Mas nós já vimos essa história antes e em sentidos semelhantes. Pra quem não se lembra, em 2003, Britney Spears abandonava a sua imagem de santa e adotava figurinos no estilo prostituta fina com muito látex, a tradicional carinha de anjo num corpo suculento e era ovacionada. Causava no máximo um “oh” nos telespectadores enquanto a sua mãozinha percorria levemente as suas estranhas e ela esboçava a carinha de espanto que eu citei ai em cima. Enquanto isso do outro lado, o lado marginalizado, Christina Aguilera encarava a "vadia" de rua desbocada que falava o que queria, que usava roupas minúsculas simplesmente pelo prazer de mostrar um corpo que lhe pertencia, o que em nenhum dos vídeos da era Stripped ilustrou a possibilidade de que ele estava ali para ser usado para a satisfação sexual de algum cara. Mas obviamente Britney Spears era a favorita. Porque sim, ela era sexy. Mas ela era sexy da forma padronizada na maioria das vezes calada, com a sua opinião contida, seguindo o padrão que é permitido até paras as nossas donas de casa que usam Agente Provocateur para animar os maridinhos.

Mas Miley Cyrus não optou pela forma padrão. Tudo teria sido facilmente digerido se ela houvesse surgido num corpete de renda, salto 15, aplique esvoaçante e encenado um pega-pega com alguns dançarinos malhados. Mas não, ela mirou no kitsch, transportou o que há de mais cru do universo suburbano para o palco da elite da música pop que atualmente vive de promessas de falsos conceitos e produziu algumas caretas de desaprovação na já insuportável família Smith, por exemplo. Mas tudo bem, até ai eu compreendo porque se trata de uma plateia repleta de entertainers afoitos pela aprovação da maioria para que os seus projetos deem lucros, exceto claro, alguns poucos que não se prendem muito a isso.

Mas o que mais me espantou foi ver a recriminação de um público que clama diariamente por ousadia. Um público que na verdade, quer que essa ousadia seja realizada segundo o seu já padronizado conceito do que é sexy e do que não é. Do que é vulgar e do que não é. E eu só lamento. Lamento porque Miley Cyrus foi a única que conseguiu incorporar o espírito real do VMA e me fez ficar estática no sofá abismada com cada gesto seu e me fazendo desfrutar de uma sensação que senti pela última vez há exatos dez anos atrás quando Madonna beijou Britney e Aguilera no palco da mesma premiação. E é nisso que o VMA consiste. Em você não acreditar no que certo artista acabou de fazer e render discussões posteriores como ela fez. Essa garota foi a única a cumprir o objetivo do evento. Bangerz pode ser uma espécie de Stripped dessa década!

26 agosto 2013

Christina Aguilera estaria sendo barrada pela própria gravadora!?

Por em 26.8.13
A insatisfação dos fãs da cantora Christina Aguilera com a gravadora RCA não é recente. Desde a coletânea Keeps Gettin’ Better que alguns problemas tem sido visíveis e as coisas parecem sempre desandar.

Questionado por um fã no Twitter sobre o porquê do não lançamento da faixa “Red Hot Kinda Love” do último disco da cantora, Lotus, lançado no final do ano passado, o produtor da faixa Lucas Secon deu a entender que tudo estava programado e que o single foi cancelado pela própria gravadora e ainda sugeriu ao fã que questionasse a empresa.

Vale lembrar que durante o lançamento disco, a cantora chegou a comentar que havia deixado claro com a gravadora que eles estavam trabalhando com uma garota “cheinha” e que deveriam superar tal fato. Esse pode ter sido um dos problemas pelo qual a gravadora encerrou a divulgação do material, já que a própria cantora declarou inúmeras vezes que durante o início da carreira os executivos da empresa sempre tentaram controlar o seu peso e imagem.

Mas agora que Christina recuperou a sua boa forma com maestria os trabalhos de promoção do álbum poderiam recomeçar, já que Lotus é um disco bem pautado na sonoridade atual e tem chances de dar resultados melhores. Enfim, são apenas especulações positivas da nossa parte.

22 agosto 2013

Em tempos de ARTPOP quem volta à tona dominando as pautas é Bionic!

Por em 22.8.13
Fenômenos no cenário pop são normais. É um universo que pode sempre te surpreender mesmo quando você pensa que já viu de tudo e das maneiras mais inusitadas. E o que mais tem impressionado atualmente é a ressurreição do disco Bionic, o famigerado fracasso de Christina Aguilera de 2010 que além de voltar carregado de teorias de conspirações que ficam a cada dia mais sérias, traz também um gosto de revanche e um fôlego renovado para os fãs da cantora.

Não obstante, alguns projetos com a intenção de organizar uma possível volta do álbum aos charts estão sendo organizados. Um deles é impulsionado e gerido pelo blogueiro Perez Hilton, um dos principais responsáveis pela difamação do álbum quando lançado e tá rolando até mesmo um projeto tupiniquim, The Bionic Project. Ambos visam a compra do disco e se possível também do single “Not Myself Tonight” na mesma data coincidente com o lançamento do novo disco da cantora Lady Gaga.

Não podemos afirmar que vai dar certo. É necessário ter em mente que para um disco que foi lançado há cerca de quatro anos chegar a fazer cócegas num material inédito é preciso um mutirão extremamente bem impulsionado e popularizado. Mas há uma paixão movida por um senso de justiça que tem impulsionado muito os fãs da Aguilera e ainda que o objetivo não seja totalmente atingido, há um fato que não se pode negar: Em tempos de lançamento do ARTPOP, Bionic tem sido tão falado quanto o material da Gaga que vem sendo aguardado ansiosamente pelos fãs durante dois anos. 

Outro fato que também não pode ser negado é que Lady Gaga vem construindo a sua carreira em cima de desafetos e acusações sérias. Não dá pra prever exatamente onde isso vai parar, mas deixa claro que algo precisa ser revisto e reconsiderado. 

20 agosto 2013

Bionic: fracasso comercial, polêmica, injustiça, revolução e um legado incontestável!

Por em 20.8.13
Pra começar, farei uma pergunta simples: o que se ouvia em 2010? David Guetta, o pop com influências noventistas da Katy Perry, o início da era The Fame Monster, o final do sucesso estrondoso da Beyoncé com “Single Ladies”, Rihanna e Kesha. Claro que obviamente eu listei a cena mainstream com os artistas mais bem sucedidos da época. Algum problema nisso? Não, nenhum. É apenas para facilitar a compreensão do que quero dizer aqui e podem haver outros nomes fora da "lista" mas não vou focar nisso.

O disco Bionic foi sem dúvida o projeto mais audacioso de Christina Aguilera contando com uma produção minuciosa e minimalista que pode ser notada desde as fotos do encarte até às batidas mais genéricas da canção “Not Myself Tonight”. Traçou uma rota (algo que ninguém pode negar) que hoje em dia é muito comum e usada por todo mundo. Uma rota que liga o pop mainstream refém da grande indústria com a música alternativa. Existe um período pré e pós Bionic que talvez ainda não seja reconhecido, mas está ai, na cara de todo mundo.

Sia Furler hoje é uma das compositoras mais requisitadas pelos hitmakers. Está envolvida com projetos grandes, incluindo o novo disco de Kylie Minogue e recentemente assinou um smash hit para Rihanna, além de uma super bem sucedida colaboração com David Guetta. M.I.A já havia chegado ao top 5 da Billboard com “Paper Planes” quase dois anos após o lançamento do disco graças ao vencedor do Oscar Slumdog Millionaire. Não se pode negar que uma grande maioria ainda não conhecia a artista britânica e eu mesma presenciei de perto a disseminação desse nome dentro e fora da fã base da Aguilera. São dois exemplos nítidos de relevância pré e pós Bionic que disseminou entre o público de música pop nomes que já eram mais do que consagrados na cena alternativa e soaram como novidade para uma grande e esmagadora maioria.



Hoje em dia o pop basicamente bebe as influências, parcerias e referências alternativas. Enquanto que a maioria das cantoras ainda eram reféns dos produtores mais fodões e bem sucedidos do momento, nós vimos Christina Aguilera ir buscar a construção do seu álbum em parcerias com Peaches, Ladytron, Santigold e etc. Vimos a união de dois universos completamente distintos dentro de um álbum só, da genérica e pretensiosa já citada aqui “Not Myself Tonight”, passando pelo electroclash de “My Girls”, a balada rock “Stronger Than Ever” e a jamais comercializável “Birds of Prey”.





A expectativa sobre o disco com o surgimento de uma imagem por vez também lembra muito a forma como alguns projetos atuais vêm sendo desenvolvidos. Inclusive, um detalhe pequeno como uma simples contagem regressiva online no site da cantora continua inspirando outras artistas. Aproveito pra deixar claro que nesse texto não há intenção de acusações de cópias, plágios e etc. É apenas uma ode a um projeto que silenciosamente revolucionou e influência até hoje e antes que vocês causem qualquer polêmica desnecessária, eu quero deixar claro que eu tenho certeza que são duas artistas que se consideram e se respeitam mutuamente. Quero apenas dizer que o legado de Bionic ainda vive.

18 agosto 2013

Perez Hilton tem esperanças de um dia poder se explicar com Christina Aguilera!

Por em 18.8.13
Perez obviamente tem alguns transtornos mentais e não é lá a pessoa mais confiável do mundo. Os velhos boatos do complô contra Christina Aguilera em 2010 que inundaram a internet voltam a tona em tempos de lançamentos do novo e aguardado material de Lady Gaga gerando cada vez mais dúvidas e revolta no público.

Não sabemos qual foi o motivo que levou ao fim da parceria de marketing entre o blogueiro e a mother monster, mas o fato é que o rapaz hoje desabafou no Twitter e disse até mesmo que um dia espera poder conversar com Aguilera e se explicar.

Ainda sobre a polêmica, Perez já chegou a dizer que algumas notas negativas publicadas em seu site sobre faixas do Bionic foram escritas pela própria Gaga, além de afirmar que ela não é uma boa pessoa e já teria sabotado carreiras. Vale lembrar também que um importantíssimo crítico musical americano atesta toda a história e chega a comparar o caso com o de uma famosa patinadora artística que sabotou sua rival. Vocês podem ler o artigo direto da fonte (que por sinal é séria e conceituada) aqui.

Resta saber se com um público cada vez mais inflamado essas especulações podem atrapalhar o novo material de Gaga já que uma grande maioria concorda e diz que ela merece ter o mesmo destino. Mas se Perez Hilton foi conivente com um complô para destruir Christina, o que o levaria agora a jogar todas essas merdas no ventilador? Ele não estaria tentando fazer agora com Lady Gaga o mesmo que fez com Xtina em 2010? Dúvidas infinitas...

11 agosto 2013

Sobre Katy Perry: Não malhem um “Judas” que nunca traiu um Jesus.

Por em 11.8.13

Desde que as primeiras notícias sobre o seu novo projeto PRISM surgiram, pudemos ver a movimentação da fã base gagaísta já bastante conhecida por sua artilharia pesada e terrorismo virtual emergirem do profundo abismo do medo com ataques à Katy Perry que, convenhamos, sempre foi uma cantora legal com todo mundo.

Me espanta? Não. Se retrocedermos um pouco e pararmos em 2010, veremos que essa fórmula já foi usada para detonar com o projeto de outra artista que supostamente ameaçava a “hegemonia” da fama emergente de Lady Gaga. Não vou me aprofundar no assunto, mas também não deixarei vocês leitores ávidos de curiosidade. Quem não conhece, pode ler um pouco dessa matéria recheada de fatos nada animadores aqui.

Quando eu falo em terrorismo virtual, obviamente é no sentido figurado e exagerado da questão. Mas um pouco disso provavelmente poderá ser visto mais tarde aqui mesmo nos comentários desta matéria. E antes que me acusem de estar generalizando eu desde já deixo bem claro que não tenho a obrigação de separar joio do trigo. Não é a minha função. O que eu vim dizer aqui, é que assim como Camille Paglia (intelectual feminista mais importante desse nosso século) já disse, Lady Gaga é uma pessoa desonesta. E representa uma geração que já não consegue se ligar com a música e se realiza em fatores sintéticos e vazios como imagens bizarras e também, uma geração que perdeu o sentido de valores e não consegue admirar um ídolo por suas qualidades e se importam apenas com números estratosféricos e conquistas exorbitantes que na verdade não mudam a sua vida em nada.

E nós podemos ver essa galera agindo novamente. Recentemente a música “Roar” da cantora citada no título vazou e a mesma movimentação de 2010 recomeçou. Existe uma onda de negatividade gagaísta em cima do projeto, com acusações de plágios e provavelmente mais tarde haverá mutirões para impedir o desenvolvimento da canção nos charts. Tudo isso nós já vimos lá atrás com “Not Myself Tonight” e um simples corte de cabelo usado por Christina Aguilera numa premiação em 2008. De um lado nós temos uma artista que galgou o sucesso à custa da fama alheia, do outro nós temos uma menina muito bacana que sempre fez as coisas na dela.

Antes de falar que “Roar” é plágio, ruim ou algo do tipo, lembre-se que não é Katy Perry quem promete revolucionar o mundo, o pop, a rocinha, o Piauí e lançar o disco da década e lança “Express Yourself” versão remix and revisited 2011. “Roar” é uma canção bonita, boa e traz uma mensagem positiva e inspiradora. Katy Perry se expressa com tranquilidade e sem arrogância e pretensão. Foi assim que ela quebrou um recorde na Billboard e espero que seja assim e com a ajuda dos seus fãs que ela quebre o próprio recorde nos próximos dois anos.

Pra quem pensa que essa matéria é apenas um excesso de teoria de conspiração, eu sugiro que passe para as próximas. Essa é minha visão como colunista, embasada em pesquisas e conhecimento de causa das coisas que aconteceram na época. Já pra quem acredita e para a própria fã base da senhorita Perry, eu sugiro que não deixem essa história se repetir e termos mais uma artista legal sendo massacrada por um mutirão de covardia e desonestidade. Como a própria Christina Aguilera já disse, há espaço para todas as cantoras em nossos iPods. Mas infelizmente algumas estrelas são perturbadas demais para compreender isso. 

19 julho 2013

Christina Aguilera deslumbrante no vídeo de “Hoy Tengo Ganas de Ti”!

Por em 19.7.13
Ela já superou o sobrepeso embora ainda não tenha superado as piadas sobre a Lotus Tour. Mas não importa, depois de quase quatro anos entediantes para os fãs (com exceção do The Voice e um disco mal trabalhado) Christina Aguilera dá sinais de que o seu retorno está sendo consolidado. Rumores dão conta de um forte golpe midiático para os próximos meses, um relançamento do seu último disco, Lotus, e uma revolução na sua aparência física que já pudemos constatar.

Mas o assunto agora é outro. Aguilera recentemente dominou o topo de nada menos do que dezessete países com a canção “Hoy Tengo Ganas de Ti”, dueto com o cantor hispânico Alejandro Fernández, tema de abertura da telenovela La Tempestad da rede Televisa. E como é sempre melhor tarde do que nunca, depois de uma longa e ainda inexplicável espera, eis que o vídeo da canção finalmente saiu, trazendo
uma Christina glamurosa, melodramática e deslumbrante (ainda que com cara de atriz pornô) performando a canção com o seu companheiro de dueto numa mansão luxosa.

12 julho 2013

2013 promete um final de ano épico no mundo da música pop!

Por em 12.7.13
Felicidade e ansiedade pouca é bobagem. Contabilizando todos os rumores e datas confirmadas que surgiram nos últimos dias, a partir do final deste mês em diante nós veremos uma movimentação de fã bases eufóricas e, claro, as clássicas disputas entre cantoras promovidas por elas.

Mariah Carey já deixou claro, inclusive com anúncios na sua página oficial do Facebook, que uma nova era começa no dia 27 deste mês. Era que pode estar ameaçada por alguns adiamentos devidos á um pequeno acidente ocorrido com a cantora durante a gravação do seu novo vídeo para o remix da canção “#beautiful” (por favor, não coloquem mais nomes em músicas com hashtag). Mimi sem dúvida protagoniza um dos retornos mais aguardados após confrontos com Nicki Minaj no American Idol e um single basicamente ignorado pela humanidade no ano passado. Dá pra sentir a tensão e a ansiedade da sua fã base de longe.

Como se não bastasse, o desesperadamente aguardado ARTPOP da Lady Gaga começou a tomar formas ainda ontem nessa madrugada (12) dando indícios de que esse pode se tratar de um dos projetos mais completos e ousados da industria pop dos últimos dez anos. Beyoncé que além de já estar na estrada com uma turnê vitoriosa, tem material pro final do ano também. E todo mundo sabe que ela não brinca em serviço.

Parou aí? Não! Mesmo que ainda sem data definida, Britney Spears também tem disco confirmado para o final deste ano e como se tudo isso já não fosse o suficiente, a absolutamente amável Kylie Minogue também tem disco para esse segundo semestre. É justamente ai que a coisa se complica totalmente e o que prometia ser um final de ano calmo e ensolarado vai se transformar numa batalha de gigantes musicais. Katy Perry também aparece como um dos possíveis lançamentos deste ano com um disco que traz o Diplo na produção, e Miley Cyrus já está fazendo muito barulho com o single "We Can't Stop".

Não podemos nos esquecer dos tradicionais lançamentos anuais da Rihanna. Afinal de contas tradição é coisa sagrada e tem que ser levada á sério. Cher já lançou o seu single eletrizante "Woman's World" e coloca o mundo na tensão da espera pelo seu primeiro vídeo após mais de dez anos e o disco Closer To The Truth, nesse quem sem dúvida é o comeback mais esperado da história. Já o tiro no pé fica por conta da ociosa Christina Aguilera, que teve quase um ano inteiro para trabalhar o seu último projeto e agora protagoniza rumores de um relançamento do Lotus no dia 9 de novembro. É mole? Mais do que os corações, preparem também os bolsos meus amados. Porque da primeira parte o SUS “cuida”, dá segunda é trabalho, papai ou o bolsa família.

Antes que me esqueça Little Monsters, por favor, moderação é necessária e vocês devem manter o bom senso. Não quero ver ninguém perdendo ano escolar por conta do ARTPOP. Lembre-se que antes da Lady Gaga vem o índice de aprovação do Ideb que é rigoroso e vocês precisam estar afiados para o ENEM.

WEEK TOP POST!

Todas as imagens publicadas nesse site são retiradas da internet. Caso você tenha direito sobre alguma delas e queira que essa seja devidamente creditada ou, até mesmo, excluída, entre em contato para pronta operação. Programação e Design por Roberto Júnior.