O QUÊ VOCÊ PROCURA?

EXAGERADAMENTE POP! http://www.qualagrandeideia.com/

Mostrando postagens com marcador Bones. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bones. Mostrar todas as postagens

14 maio 2016

10 séries que já amamos, mas infelizmente passaram do prazo de validade!

Por em 14.5.16
Abril e Maio são os meses que as emissoras anunciam quais séries foram ou não canceladas. Para quem é viciado em muitas, é uma época de tensão: será que vão fazer jus à minha série favorita e deixá-la na grade por mais um ano? Será que vão cancelá-la por baixa audiência?

Enquanto algumas séries ficam no limbo, esperando serem canceladas ou não, outras já tem renovação garantida pela grande quantidade de fãs e a audiência que geralmente quebra recordes. É o caso de Game of Thrones e The Walking Dead, séries que já estão no imaginário popular e, mesmo que você não assista, sabe de pelo menos alguma coisa de dentro dela.

Mas, sempre tem aquelas séries com tantas temporadas ou storylines absurdas que você só consegue perguntar: como que ainda passa na TV? Como que ainda têm audiência? Hoje, nós listamos dez séries que já passaram do prazo de validade e deveriam ter sido canceladas por suas emissoras anos atrás.

1. Supernatural



Quem nunca assistiu pelo menos um episódio da saga infinita dos irmãos Winchester? Supernatural estreou em 2005, quando Rihanna era mal conhecida do público e os únicos filmes de super-heróis que existiam era os do Homem-Aranha e X-Men.

A gente não nega: a série era legalzinha. Dois irmãos que haviam sofrido demais na infância e agora eram caçadores de demônios e outras criaturas do mal? É um conceito interessante que havia sido explorado nos anos 90 com Buffy The Vampire Slayer, mas não no começo dos anos 2000. Agora, a série está repetitiva, cansativa e desgastada. E a CW acabou de renová-la para a décima segunda temporada.

2. Grey's Anatomy



O drama médico mais dramático de toda a história televisiva continua firme e forte na ABC. Shonda Rhimes ganhou fama após o sucesso da trama, também lá em 2005, e emplacou série após série na emissora. A história de vida de Meredith Grey, seu trabalho e seus amores, é o ponto principal da série. Mas, para quem só acompanha a série de longe, sabe que ela é conhecida mais pelas mortes chocantes e dramas incessantes do que a própria protagonista.

Shonda afirma que quer ultrapassar o famoso seriado E.R., sucesso nos anos 90 e que teve 15 temporadas, e fazer de Grey's a série médica mais duradoura da televisão. Com uma décima terceira temporada a caminho, a gente não duvida que ela vá conseguir tal feito logo, logo...

3. The Big Bang Theory



Quando estreou, a série pegou o início da popularização da cultura nerd e ganhou um grande público. A série conta a história de dois físicos que moram ao lado de uma garçonete gostosona e têm mais dois amigos tão nerds quanto eles. A atuação de Jim Parsons, o Sheldon, se destaca e ele foi nomeado a inúmeros prêmios pela série.

No entanto, a série também se desgastou com o tempo. Muitos afirmam que The Big Bang Theory é uma ofensa aos geeks e nerds de verdade, pelo fato de que o público está rindo deles e não com eles. Já outros querem colocar a série na lista de melhores comédias da TV. Vale do seu julgamento, mas uma coisa é verdade: ter uma décima temporada já é demais.

4. The Vampire Diaries



A série pegou carona no sucesso da saga Crepúsculo no final da década passada. Lançada em 2009, segue a vida da protagonista Elena Gilbert e seu triângulo amoroso com os irmãos vampiros Damon e Stefan Salvatore. Um conceito clichê que alcançou milhões de fãs ao redor do mundo.

Mas a série perdeu sua essência ao longo dos anos. Com a saída de Nina Dobrev, a situação piorou. Se a intérprete da personagem principal quer sair da sua série, talvez seja a hora de cancelá-la. O que não aconteceu. Após a saída de Nina, a série ainda teve mais uma temporada e já está renovada para um oitavo ano. E nós não vamos mencionar o fato de que Damon e Stefan deveriam ser adolescentes, mas Ian Somerhalder e Paul Wesley já estão na faixa dos 30 anos (Ian faz 38 em dezembro).

5. Once Upon A Time



Vamos admitir: a primeira temporada de Once Upon A Time é incrível. Henry Mills, filho adotivo de Regina Mills, a Rainha Má, sabe que todas as pessoas da cidade onde mora, Storybrooke, são personagens de conto de fadas e só uma pessoa pode salvá-los: sua mãe biológica, Emma Swan, filha da Branca de Neve com o Príncipe Encantado. Os episódios eram tão bem escritos que a gente ignorava a CGI mal-feita e curtia a série sem problemas. A relação entre os personagens e a ligação entre o reino do conto de fadas com o mundo real eram gostosas de se assistir.

A segunda temporada da série foi... legal. Houve furos na história que a gente podia ignorar. Na terceira temporada, as coisas desandaram de vez. Uma quantidade infinita de personagem de contos de fadas e novas animações da Disney deixaram a cabeça de todos confusa e ninguém conseguia mais acompanhar. Regina e Emma, na primeira temporada tão independentes, hoje em dia não conseguem viver sem seus interesses amorosos. A série ainda tem a chance de piorar, já que foi renovada para uma sexta temporada.

6. Arrow



Arrow foi a primeira série da DC em parceria com a CW. Lançada em 2012, conta a história de Oliver Queen, ricaço que naufragou em uma ilha por cinco anos até ser resgatado. Ao sair da ilha, era outra pessoa, com conhecimentos de arco e flecha, luta e uma sede de vingança. Com o dinheiro que tinha, resolveu virar o vigilante de Starling City, combatendo todos que ameaçavam sua amada cidade.

Até a segunda temporada, a série conseguiu manter sua qualidade e introduziu Barry Allen, que ganharia sua série solo dali um tempo. Então, perdeu o controle. Arrow se entregou ao fan-service e priorizou a felicidade de fãs de um certo casal ao invés da qualidade das histórias e suas personagens. A gota d'água foi a morte da Canário Negro, interpretada por Katie Cassidy, personagem importante nos quadrinhos do Green Arrow e que teve sua importância reduzida a nada até a matarem de uma maneira que beirou ao ridículo. A série já está renovada para a quinta temporada.

7. Teen Wolf



Quando começou, a série não chamou muita atenção. Ela é baseada no filme dos anos 80 estrelado por Micheal J. Fox (sim, o Marty McFly). Foi em 2012 que o mundo inexplicavelmente ouviu falar do lobisomem Scott McCall e seu grupo de amigos que combatiam criaturas malignas na cidade de Beacon Hills. A partir daí, série foi um sucesso de crítica e público, arrebatando fãs no mundo todo.

Mas, nem tudo são flores na vida. Após a terceira temporada, membros do cast começaram a sair a torto e a direita. Primeiro, foi a atriz Crystal Reed, que interpretava Allison Argent. Depois, Tyler Hoechlin, o Derek, se despediu. Mais recentemente, a atriz Arden Cho, a Kira, disse que não irá participar das próximas temporadas. Só nos resta saber quando que Jeff Davis, produtor executivo da série, irá entender a indireta e desistir. Por enquanto, ficamos com a série renovada para o seu sexto ano.

8. American Horror Story



A antologia criada por Ryan Murphy (Glee, Scream Queens) é revolucionária, isso ninguém pode negar. A primeira temporada estreou em 2011 e é situada numa casa assombrada. A segunda saiu em 2012 e se passa em um manicômio. Ambas são sucesso de crítica e público até hoje. Contudo, foi na terceira temporada que a antologia começou a perder seu brilho. Coven, subtítulo da terceira temporada, ainda foi interessante, apesar de algumas atuações fracas.

Freak Show, por outro lado, foi um fracasso. Nem as atuações das sensacionais Jessica Lange, Sarah Paulson (com duas cabeças!), Kathy Bates e Angela Bassett conseguiram segurar a trama fraca e cheia de furos. A quinta temporada, Hotel, teve a presença de Lady Gaga e lhe rendeu um Globo de Ouro por sua atuação, mas também não teve a genialidade das duas primeiras temporadas. Com uma sexta temporada confirmada, só nos resta esperar o que Ryan tem preparado para horrorizar sua audiência, seja com cenas chocantes ou um roteiro mal escrito.

9. Pretty Little Liars



A lista não estaria completa sem as mentirosas mais famosas da atualidade, certo? Quando começou, lá em 2010, a série estreou um conceito interessante na televisão: a perseguição maníaca feita através da tecnologia. É óbvio que a série atrairia uma legião de fãs adolescentes devido ao seu cast insuportavelmente bonito, histórias situadas no colegial e drama feito na medida certa para eles.

Mas, a perseguição logo desencantou. A busca para descobrir quem era -A (vilã da série) durou cinco longas temporadas de roteiros furados, atuações meia-boca e muita, mas muita enrolação. A série só voltou a ter seu brilho quando as garotas foram para a faculdade, porém logo caiu nos clichês de sempre. A produtora executiva da série, Marlene King, promete que a sétima temporada será a última e responderá todas as questões que ainda existem na série.

10. Bones



Mais uma série nascida no longínquo ano de 2005. Bones segue a vida da Dra. Temperance Brennan, que trabalha no FBI investigando assassinatos que envolvem os restos mortais da vítima, geralmente sendo ossos (daí o nome da série). Brennan trabalha com Seeley Both, outro agente que traz os restos para serem estudados.

Séries procedurais (ou seja, onde cada semana há um caso diferente) tem total direito de serem longas. Nós nos apegamos aos personagens ao longo do tempo e até passamos a resolver seus crimes. No caso de Bones não é diferente. Contudo, às vezes fica um tédio acompanhar a série todas as semanas. Ao contrário de outras séries da lista, Bones já tem o fim marcado: a décima segunda temporada deve ser a última e terá apenas 12 episódios.
Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

WEEK TOP POST!

Todas as imagens publicadas nesse site são retiradas da internet. Caso você tenha direito sobre alguma delas e queira que essa seja devidamente creditada ou, até mesmo, excluída, entre em contato para pronta operação. Programação e Design por Roberto Júnior.