Getúlio Abelha exalta sua sensualidade no macabro clipe do novo single 'Sinal Fechado'!

Getúlio Abelha exalta sua sensualidade no macabro clipe do novo single 'Sinal Fechado'!




Este é o quinto single de inéditas que Getúlio lança e que faz parte de seu álbum de estreia Marmota, previsto para ser lançado em maio mas que teve o cronograma de lançamento interrompido pela pandemia do novo Coronavírus (COVID-19). "Sinal Fechado" pela primeira vez foge da sonoridade dançante e debochada que caracteriza o trabalho do artista. 

“Nesta música, busco mostrar uma outra vertente da minha versatilidade musical e vocal, é meu primeiro trabalho romântico”, conta Getúlio.

A nova música é uma composição da cearense Heloise Sá e aborda a nostalgia de um relacionamento e as confusões sentimentais decorrentes disso. 

“A sonoridade traz influência da música brega que se estende de Belém a Recife e no meio disso tem Fortaleza, onde vivo, sendo que aqui recebo informação dos dois lados, o que me fez despertar o desejo de lançar uma música com essa influência”, diz Getúlio.

Inspirado nos filmes de terror dos anos 70 e 80, sobretudo The Rocky Horror Picture Show (1975) e Christine, o Carro Assassino (1983), o clipe de "Sinal Fechado" também lembra outras produções queer como clipe de "Flamboyant" de Dorian Electra e recorre às ações, aos clichês e estéticas desses filmes para contar uma história de um ritual macabro que de certa forma se torna um desespero amoroso e sentimental. 


Com produção de Guilherme Mendonça e direção artística de Getúlio, a faixa traz sintetizadores e mira ao mesmo tempo no futuro e na tradição, o que leva Getúlio a classificar a canção como “retro-futurista” característica que, segundo ele, influenciou bastante no conceito do clipe. 

A produção foi roteirizada e dirigida por Lucas Sá, realizado de forma independente com uma equipe inteiramente maranhense e gravado em vinte e quatro horas em espaços do centro histórico de São Luís (MA). 

"Este trabalho vai representar um novo passo na minha carreira musical e audiovisual pois é o meu clipe com maior produção, onde eu deixo de investir em relações documentais como nos vídeos anteriores e performo num roteiro, cenografia e conceito pré-estabelecidos", observa Getúlio.

Deixe seu comentário no final dessa publicação, compartilhe com os amigos e acompanhe o QAGI? através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify
FACEBOOK TWITTER TUMBLR PINTEREST

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.