O QUÊ VOCÊ PROCURA?

EXAGERADAMENTE POP! http://www.qualagrandeideia.com/

01 julho 2016

Bárbara Ohana e Silva entre os próximos cinco dos dez nomes da música brasileira que você precisa conhecer! (Parte 2)


No dia 10 de Junho, o Qual a Grande Ideia apresentou aos leitores a primeira parte dos Dez Nomes da Música Brasileira Que Você Precisa Conhecer. E hoje, para finalizar o mês de junho, trazemos aos nossos leitores a segunda e última parte da lista. Prontos para desbravarem os próximos cinco nomes da música brasileira que podem se tornar figuras definitivas em suas playlists? Bom, vamos nessa! 

06 - Bárbara Ohana



Começamos a segunda parte com Bárbara Ohana, cantora e compositora carioca que em 2015 lançou seu EP de estréia, intitulado "Dreamers". Bárbara tem um som experimental voltado para o rock com influências eletrônicas e integrou a trilha sonora de Verdades Secretas no ano passado com o single "Golden Hours". Em seus primeiros passos musicais, Barbara passou do Coral de Meninas Cantoras dos Canarinhos de Petrópolis para backing vocal de Gilberto Gil, a carreira solo no entanto se deu com Dreamers e culminou recentemente no recém-lançado videoclipe de "Your Armies" com a super comentada participação de Cauã Reymond em um dos papéis mais icônicos de sua carreira. É óbvio que Dreamers é material obrigatório para aqueles que querem conhecer e desbravar Barbara, porém, nossa sugestão é sem dúvidas o maravilhoso trabalho dirigido por Allexia Galvão e Daniel Rezende.


07 - Jaloo



Uma das figuras mais peculiares da lista com certeza é Jaime Melo, ou simplesmente Jaloo. O cantor, compositor e DJ nascido em Castanhal, no interior do Pará, chegou em 2013 com o single "Prostituto" e desde então vem chamando atenção por sua excentricidade artística além de suas versões e remixes para singles de cantoras como M.I.A., Beyoncé, Grimes, Amy Winehouse, Robyn, entre outras. Seu EP de estréia, "Insight" trazia um cover de Oblivion da Grimes, o trabalho chegou aos ouvidos da cantora e rendeu elogios a Jaloo por parte da mesma. Em 2015, Jaloo alcança o mérito de lançar seu álbum de estreia. Intitulado simplesmente de "#1" o álbum explora a essência que inspira o trabalho do cantor através de seus elementos eletrônicos que flertam com o tecno-brega, folk, indie sem deixar a influência brasileira de lado.


08 - Alice Caymmi 



Para aqueles que buscam por vozes marcantes e melodias capazes de nos tirar o ar por alguns segundos, Alice pode ser considerado um achado. Em seu catálogo dois álbuns: respectivamente Alice Caymmi de 2012 e Rainha dos Raios de 2014. Surpreendentemente um álbum composto por regravações e somente duas canções originais, Caymmi conquistou com Rainha dos Raios não só o melhor trabalho de sua carreira como provou da sua incrível capacidade de trazer para uma música sua marca, casos evidentes nos covers de Princesa, originalmente cantada por MC Marcinho e Meu Mundo Caiu, originalmente interpretada pela ilustre Maysa. Rainha dos Raios rendeu a cantora sua primeira turnê nacional, e recentemente o single "Homem" cujo vídeo você confere abaixo:


09 - Silva





Você com certeza deve ter ouvido falar de Silva recentemente quando o cantor tratou sobre poliamor no irresistível videoclipe de Feliz e Ponto. É preciso saber, no entanto, que o cantor é dono de um acervo musical tão irresistível quanto o vídeo que dominou a internet. Em sua discografia: quatro discos. O primeiro álbum, "2012", trazia os incríveis singles Imergir e Cansei, no entanto, foi com o lançamento do segundo álbum no mesmo ano que Silva conquistou notoriedade. Claridão, lançado em outubro de 2012, teve como carro-chefe "Falando Sério". Os dois álbuns seguintes foram Vista Pro Mar, e Júpiter. E é do terceiro álbum que tiramos a nossa recomendação para aqueles que estão dispostos a conhecer o trabalho de Lúcio Silva de Souza: "É Preciso Dizer" prova que Silva traz em sua videografia trabalhos tão incríveis quanto o recém lançado Feliz e Ponto.



10 - Johnny Hooker 


Vencedor do Prêmio da Música Brasileira como Melhor Cantor na categoria Canção Popular, Johnny Hooker traz em seu primeiro disco solo uma versão abrasileirada investida no brega-rock do que Adele fez com seu aclamadíssimo e recordista de vendas "21". Em "Eu Vou Fazer Uma Macumba Pra Te Amarrar, Maldito!", Johnny é nada menos que a representação de todos os sentimentos que circundam os corações partidos daqueles que sofreram profundas desilusões amorosas. 

E nem precisa ser tão profunda assim pra se sentir envolvido pelas letras e melodias de Hooker em seu primeiro álbum. Dono de uma voz inconfundível e declaradamente influenciado por David Bowie, Madonna e Caetano Veloso, Johnny foi uma melhores e mais agradáveis surpresas do cenário musical brasileiro dos últimos anos e é com ele que encerramos nossa lista. 

O cantor se prepara o lançamento de seu segundo álbum de estúdio, e em recente declaração deu a entender que o novo trabalho terá influências da década de 70's e um visual bastante colorido ̶é̶ ̶a̶q̶u̶i̶ ̶o̶ ̶P̶r̶i̶s̶m̶?̶, até lá ficamos na espera de um novo trabalho tão bom quanto o já aclamado Eu Vou Fazer Uma Macumba Pra Te Amarrar, Maldito. Para conhecer Johnny, recomendamos Amor Marginal:

Qual a Grande Ideia? QAGI? www.qualagrandeideia.com www.qualagrande.blogspot.com.br

Comente:

WEEK TOP POST!

Todas as imagens publicadas nesse site são retiradas da internet. Caso você tenha direito sobre alguma delas e queira que essa seja devidamente creditada ou, até mesmo, excluída, entre em contato para pronta operação. Programação e Design por Roberto Júnior.