SPICE GIRLS completam 20 anos de formação, será que elas ainda retornam?

SPICE GIRLS completam 20 anos de formação, será que elas ainda retornam?

Todo mundo já ouviu, cantou e até mesmo coreografou ao menos uma música das cinco britânicas que há duas décadas conquistaram o mundo com várias canções, considerada por muito muitos como a maior girlband da nossa geração, as Spice Girls celebram 20 anos de grupo em 2013. Geri Halliwell, Melanie Chisholm, Melanie Brown, Emma Bunton e Victoria Beckham foram uma das responsáveis por trazer o pop adolescente para o mundo e com quatro discos lançados, o grupo vendeu mais de 90 milhões de álbuns. 

Tudo começou em 1993 quando a revista britânica "The Stage" anunciou que iria promover um concurso com a finalidade de criar um grupo de pop feminino. Milhares de jovens de 18 – 23 participaram de um processo seletivo bastante rigoroso que avaliava a voz, dança e desempenho das candidatas no palco. Foram escolhidas cinco garotas: Geri Halliwell, Melanie Chisholm, Melanie Brown, Michelle Stephenson e Victoria Adams, inicialmente o grupo chama-se Touch e a primeira canção que as meninas escreveram foi "We're Gonna Make It Happen" , mas que acabou descartada pelos produtores por não acharem a música muito comercial. Em 1994, Michelle sai grupo para cuidar da mãe doente e Emma Bunton foi convidada para ingressar ao grupo.  

No fim do mesmo ano, as meninas lançam a música "Take Me Away" e não ficam muito satisfeitas nem mesmo com a música quanto a pressão dos produtores e nas vésperas de assinar o contrato, as britânicas desistem da parceria com os produtores. As meninas estavam por conta própria agora, sem produtores, as cantoras compuseram mais de 30 músicas e encaminharam algumas demos para as gravadoras inglesas Já em 1995, mudaram o nome do grupo para "Spice", mas como já havia um rapper com o mesmo nome, optaram para colocar o "Girls", originando assim as Spice Girls.


Sem empresário e tampouco produtores, as cinco ralaram e tiveram que fazer todo o trabalho de produção e até mesmo de assessoria de imprensa, até que uma das demos chegaram nas mãos de Simon Fuller, um dos maiores produtores britânicos e idealizador do famoso reality show American Idol nos Estados Unidos e Pop Idol no Reino Unido. Simon viu nas meninas como uma chance sucesso garantido e apostou nas meninas, em 1995 as Spice Girls assinaram contrato com a gravadora Virgin Records. O primeiro single seria "Love Thing", mas decidiram trabalhar em "Wannabe". A música foi lançada no verão de 1996 e foi um sucesso, alcançando o primeiro lugar em mais de 40 países. 

Prestes a lançar o CD de estreia, as Spice Girls lançam o segundo single, "Say You'll Be There" que rapidamente assumiu o topo das paradas em diversos países do mundo, entrando no Guinnes Book como a música mais vendida na primeira semana (350 mil cópias). Finalmente em novembro de 96 é lançado o primeiro álbum das cantoras britânicas e foi aclamado pela crítica, vendendo mais de 36 milhões de cópias pelo mundo, tornando-se um dos 10 álbuns mais vendidos no década de 90.

O sucesso das cinco foi assustador e em 1997 lançaram o segundo álbum, intitulado Spiceworld, o primeiro single foi "Spice Up Your Life" foi atrasado devido a morte da Princesa Diana e o grupo optou por esperar um pouco para lançarem o single, e quando lançado, ocupou o primeiro lugar nas paradas britânicas. No total, o disco vendeu 24 milhões de cópias e aventuraram-se nas telonas com a bomba o filme "Spice World - The Movie", o orçamento do filme foi de 25 milhões de dólares e lucrou 120 milhões. A partir daí, surgiram vários boatos de que a grupo se desentendia, o que levou a demissão do empresário Simon Fuller. A crise se agravou ainda mais em 1998, quando Geri anunciou a saída das Spice Girls para se lançar em carreira solo. 

Com uma Spice a menos, o quarteto fez a primeira performance sem Geri no especial de Luciano Pavarotti e assumiram que o grupo continuaria com a formação original. No entanto, cada integrante começou a fazer algumas colaborações com outros artistas e inclusive obtiveram sucesso, inclusive Mel B que sempre foi ofuscada pelas demais integrantes, mas que conseguiu o primeiro lugar no Reino Unido em uma parceria com a rapper Missy Elliot em "I Want You Back".

Apesar de todos os rumores de que o grupo acabaria, o quarteto lançou em 2000 o terceiro e último álbum de inéditas, Forever, o qual vendeu 10 milhões de cópias ao redor do mundo. O primeiro single foi "Holler", e mais uma vez assumiu o topo do Reino Unido e diversos países, após o encerramento da divulgação do álbum, cada uma optou pela carreira solo, até mesmo a Victoria, que hoje torce o nariz para pegar no microfone.  

De mãos dadas, as Spice Girls reúnem-se novamente em 2007 e anunciam o retorno do grupo com músicas inéditas e uma turnê mundial. O mundo falava apenas do quinteto que finalmente havia retornado. Em 5 de novembro de 2007 a música inédita "Headlines (Friendship Never Ends)" é lançada como single da segunda coletânea do grupo, alcançando a décima posição no Reino Unido e primeiro lugar na Austrália. 

Obviamente que nós esperamos pelo quarto álbum de inéditas do grupo, e apesar de toda a insistência dos fãs, tivermos que nos contentar com uma performance no encerramento dos Jogos Olímpicos realizados em Londres no último ano, com direito à má vontade explícita de Victória Beckham em reunir o quinteto novamente. Após a performance não tão entusiasmada, é anunciado o musical inspirado na carreira do grupo e apesar de toda a expectativa, as vendas foram um fracasso e o número de espectadores foi bem abaixo do estimado. Nos resta saber, será que desta vez o grupo realmente acabou ou ainda há uma luz no fim do túnel? 








FACEBOOK TWITTER TUMBLR PINTEREST
Tecnologia do Blogger.