O QUÊ VOCÊ PROCURA?

EXAGERADAMENTE POP! http://www.qualagrandeideia.com/

03 janeiro 2011

Uma volta pelo universo das Girl Band


Desde muito tempo, nós seres ouvintes da música, já provamos que gostamos (e muito) das famosas "Girls Band" ou "Girl Groups", que são aquele monte de mulher sexy, linda, hot, delicinha, juntas dançando, rebolando, cantando e seduzindo feito loucas em clipes, apresentações e fotos. O termo vem de muito tempo e muitas bandas já ficaram super famosas e trouxeram grandes hits como a extinta Destiny's Child (Aquela com a Kelly Rowland e com a Beyoncé) e as Spice Girls.

Atualmente existem diversas Girls Band, sendo elas em sua maioria do Reino Unido e dos Estados Unidos (mas tem as orientais que estão conquistando o mundo e as Sexy Dolls aqui no Brasil, tá? [ironia] ). Os principais grupos que marcam presença são as Sugababes, The Saturdays, Girlicious, Girls Aloud e a mais famosa e reconhecida também extinta (OMG!) Pussycat Dolls.


As The Saturdays (As sabadetes) com certeza é uma das mais conhecidas da atualidade. As 5 garotas super poderosas coloridas ( azul,verde,laranja,rosa e amarelo ) do Reino Unido, desde 2007 tem trazido ótimos singles e clipes como "Forever is Over" e o mais recente "Higher". No seu ritmo dance pop as garotas já conseguiram alcançar um feito enorme, todos os singles (9 até hoje) alcançaram o Top 10 Singles do Reino Unido. (UAU!)

Quem marca presença também são as Sugababes (Inglaterra) que estão presentes desde 1998 (Um milagre, apesar de não ser a mesma formação) e já possuem 7 CDS, sendo o mais recente "Sweet 7" sem a cantora Keisha, que foi trocada pela nova participante Jade Ewen. As Girls Aloud também do Reino Unido são o famoso grupo britânico que tem como integrante a cantora do Figth for this love, Cheryl Cole. As garotas são tão boas que alguns artistas como Jonas Brothers, Coldplay e Mcfly já se declararam fãs.

A mais promissora de todas, as Pussycat Dolls, foram extintas em 2010. Após uma série de boatos de confusões entre as integrantes que seguiram em sua maioria carreira solo ( sinto cheiro de FLOP no ar). Dentre todas, a que possui maior vantagem frente as outras para a substituição das "pussycats" são as Girlicious, que por sinal foi um grupo formado pelo programa Pussycat Dolls Present, que escolheu 4 garotas para formar a mais nova "banda de mulheres" dos Estados Unidos.


Girlicious é uma banda de Pop e R&B que começou em 2008 com 4 integrantes, e que hoje possui apenas três, sendo elas Natalie,Christyna e Nichole. Lançaram em 2008 o albúm intitulado de Girlicious, e lançaram 4 super singles e ótimos e coloridos clipes. E agora recentemente lançaram dois singles do seu novo CD ( rebuilt), 2 in the morning e Maniac que trouxe um ótimo clipe e a melhor música da carreira das garotas:


Vamos ver o que o futuro das Girls Band nos reserva, quais irão continuar e é claro! Quais novas bandas chegarão... Agora é a hora de você ir no Google e digitar o nome de pelo ao menos um dos grupos acima, seja pra ver um clipezinho, escutar uma musiquinha ou até mesmo pra ver as fotos delas "sensualizando geral". E você? Qual sua Girl Band favorita?

Comente:

4 comentários:

  1. Ah, The Sats e Girls Aloud são as melhores!
    Não tem Pussycat que consiga. Sem contar q elas não são só bonitas, e sim, cantam muitooo!!

    Adorei o new look! POP ACID BABE

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  2. Só faltou a JADA, mas estou louca por todas ^^

    ResponderExcluir
  3. Eu prefiro as orientais mesmo. ;s
    As danças de lá são muito mais sincronizadas e elaboradas.
    Alem de que não tem todo esse apelo sexual.

    Mas eu amo as The Saturdays tambem *-*, são bem colors mesmo. rs

    ResponderExcluir
  4. Girls Aloud são realmente as melhores. Chris Martin e Bono Vox já se declararam fãs delas.

    ResponderExcluir

WEEK TOP POST!

Todas as imagens publicadas nesse site são retiradas da internet. Caso você tenha direito sobre alguma delas e queira que essa seja devidamente creditada ou, até mesmo, excluída, entre em contato para pronta operação. Programação e Design por Roberto Júnior.